an online Instagram web viewer
  • emanuelaumeida
    MANU ALMEIDA
    @emanuelaumeida

Images by emanuelaumeida

🐧 Olha aí o meu pinguim. É só a gente subir numa calçada e ele larga a minha mão. Acha que já é independente. Vê se pode?! _
Engraçado como a gente vai crescendo e essa sensação de independência começa a dar medo e chega uma hora que não queremos mais ela por aqui. Sabe como? Desde quando a gente nasce, até ali pelos anos dourados da faculdade, todo mundo quer mandar em si. Fazer o que quer, a hora que quer, sem o pai ou a mãe ao lado mandando o tempo todo. Depois que a gente cresce de verdade. Depois que vem a casa pra cuidar, o emprego pra manter, o filho pra criar e os boletos pra serem pagos, a coisa muda de figura. Hoje, por exemplo, trocaria fácil a minha independência por um dia de colo do meu pai, podia até ser ralhando comigo o que eu ando fazendo de torto na vida. Não teria o menor problema. Tudo vale para um descanso de 24 horas sem as responsabilidades infinitas que a idade adulta traz. Verdade seja dita, embora os adolescentes não acreditem: a independência tem mais pontos negativos do que positivos. Inclusive porque muita coisa da errado, e pasmem: a culpa vai ser sua mesmo e não tem como transferir ela pra sua mãe ou pro seu pai. Porque quando a gente está sob responsabilidade de alguém, esse alguém briga, coloca de castigo, da lição de moral. Mas também acalenta, passa a mão na cabeça e da colo. Mesmo que não pareça. Uma vez, há 13 anos, eu tive um namoradinho que terminou comigo. Eu pensava que ia morrer, né? Quem nunca. Deu errado, foi ruim. O meu pai estava lá... Nada feliz por eu estar faltando aula e em estado depressivo por causa de um garoto... Mas estava lá. Me botou com a cabeça no colo e me disse palavras bonitas. Depois mandou eu sair da cama e ir estudar. Ele me fez bem. A independência tira esses momentos da vida da gente. Esses momentos em que a gente pode ser criança e pedir um aconchego. Eu queria poder fazer o Isaac entender que ele pode ir devagar... Pode crescer aos poucos... porque depender de alguém dura só alguns anos da vida e depois a gente sente uma falta danada de ir chorando pedir colo quando tudo dá errado. Uma pena que ele não vai me escutar. Eu sei, porque ninguém escuta. “Mas anda com calma, filho.” #maternidade
🐧 Olha aí o meu pinguim. É só a gente subir numa calçada e ele larga a minha mão. Acha que já é independente. Vê se pode?! _ Engraçado como a gente vai crescendo e essa sensação de independência começa a dar medo e chega uma hora que não queremos mais ela por aqui. Sabe como? Desde quando a gente nasce, até ali pelos anos dourados da faculdade, todo mundo quer mandar em si. Fazer o que quer, a hora que quer, sem o pai ou a mãe ao lado mandando o tempo todo. Depois que a gente cresce de verdade. Depois que vem a casa pra cuidar, o emprego pra manter, o filho pra criar e os boletos pra serem pagos, a coisa muda de figura. Hoje, por exemplo, trocaria fácil a minha independência por um dia de colo do meu pai, podia até ser ralhando comigo o que eu ando fazendo de torto na vida. Não teria o menor problema. Tudo vale para um descanso de 24 horas sem as responsabilidades infinitas que a idade adulta traz. Verdade seja dita, embora os adolescentes não acreditem: a independência tem mais pontos negativos do que positivos. Inclusive porque muita coisa da errado, e pasmem: a culpa vai ser sua mesmo e não tem como transferir ela pra sua mãe ou pro seu pai. Porque quando a gente está sob responsabilidade de alguém, esse alguém briga, coloca de castigo, da lição de moral. Mas também acalenta, passa a mão na cabeça e da colo. Mesmo que não pareça. Uma vez, há 13 anos, eu tive um namoradinho que terminou comigo. Eu pensava que ia morrer, né? Quem nunca. Deu errado, foi ruim. O meu pai estava lá... Nada feliz por eu estar faltando aula e em estado depressivo por causa de um garoto... Mas estava lá. Me botou com a cabeça no colo e me disse palavras bonitas. Depois mandou eu sair da cama e ir estudar. Ele me fez bem. A independência tira esses momentos da vida da gente. Esses momentos em que a gente pode ser criança e pedir um aconchego. Eu queria poder fazer o Isaac entender que ele pode ir devagar... Pode crescer aos poucos... porque depender de alguém dura só alguns anos da vida e depois a gente sente uma falta danada de ir chorando pedir colo quando tudo dá errado. Uma pena que ele não vai me escutar. Eu sei, porque ninguém escuta. “Mas anda com calma, filho.” #maternidade 
🍔 Olá! Essa sou eu: tomando uma Pepsi gelada enquanto come um Whopper Duplo em frente ao McDonalds & tirando uma selfie pra dizer duas coisas. 1. O Burguer King agora chama a gente pelo nome na hora que o pedido fica pronto. E o que isso quer dizer? Quer dizer que: se o até o Burguer King, uma das mega empresas do ramo de fast food do planeta terra, já entendeu que o atendimento PRECISA SER HUMANIZADO em qualquer situação, porque você, pobre mortal, ainda não pergunta o nome do seu cliente assim que ele pisa o pé no seu estabelecimento? Está na hora da gente rever conceitos e redefinir a posição que o nosso cliente ocupa na pirâmide da nossa vida profissional. Né? E... 2. Não adianta oferecer atendimento humanizado e o produto ser ruim. E as onions do Burguer King do @mocshopping continuam horríveis. 
_
Conclusão: tenha os dois, minha cara. Ou desista de continuar. Porque os nossos clientes estão cada vez mais difíceis de lidar, o que de fato não é ruim. Mas quem não souber rebolar, vai ficar pelo caminho e a culpa não vai ser da crise.
_
#empreendedorismo #burgerking @burgerkingbrasil #whopper
🍔 Olá! Essa sou eu: tomando uma Pepsi gelada enquanto come um Whopper Duplo em frente ao McDonalds & tirando uma selfie pra dizer duas coisas. 1. O Burguer King agora chama a gente pelo nome na hora que o pedido fica pronto. E o que isso quer dizer? Quer dizer que: se o até o Burguer King, uma das mega empresas do ramo de fast food do planeta terra, já entendeu que o atendimento PRECISA SER HUMANIZADO em qualquer situação, porque você, pobre mortal, ainda não pergunta o nome do seu cliente assim que ele pisa o pé no seu estabelecimento? Está na hora da gente rever conceitos e redefinir a posição que o nosso cliente ocupa na pirâmide da nossa vida profissional. Né? E... 2. Não adianta oferecer atendimento humanizado e o produto ser ruim. E as onions do Burguer King do @mocshopping continuam horríveis. _ Conclusão: tenha os dois, minha cara. Ou desista de continuar. Porque os nossos clientes estão cada vez mais difíceis de lidar, o que de fato não é ruim. Mas quem não souber rebolar, vai ficar pelo caminho e a culpa não vai ser da crise. _ #empreendedorismo  #burgerking  @burgerkingbrasil #whopper 
🧩 Como está sua vontade de alguma coisa? Sua energia pra alcançar um objetivo?
_
Já viu criatura com mais gana que criança? Elas são mesmo incríveis! Não param enquanto não conseguem o que querem. Vez ou outra é motivo para as birras-furacão. Paciência. Se é o meio que elas têm de conseguir o que estão desejando... Isaac entrou na fase de brincar sozinho. Por um lado, acho ótimo. Por outro, fico sentida quando chamo pra brincar de uma coisa e ele me ignora pra fazer isolado o que quer, e ponto. Nenê cheio de personalidade, esse Isaac. No domingo tiramos a tarde pra brincarmos muito. No meio da minha diversão ele me deixou colorindo sozinha, catou o “popó” pela crina e subiu no caminhão que Seo Quinca deu pra ele assim que nasceu. Tentou umas três vezes fazer caber ele e o cavalo na carroceria do carro. Eu disse pra tirar o brinquedo, sentar primeiro e depois pegar ele no colo. Mas ele não ouviu. Perguntei se queria ajuda. Ele não respondeu. Queria que o cavalo ficasse sentado enquanto ele entrava na frente. E ponto. Na quarta vez, conseguiu. Olhou pra mim, bateu palmas e sorriu. Ele sabe festejar quando uma coisa vai bem! Levantei pra sacar o celular e tentar uma foto antes que ele se sentisse satisfeito com a vitória e voasse pro empenho em uma nova aventura. Ele cria novas metas a cada dez minutos. Demora um pouco, consegue, parte pra outra. Raras vezes eu o vi desistir. E quando o fez, estava visivelmente nervoso e frustrado. Ele entende que tentar somente uma vez ñ basta. Mas como ainda é pequeno, se estressa depois de erros seguidos. Não é diferente com a gente, que não é pequeno mais. Às vezes a gente desiste já meio nervoso. Às vezes a gente ñ sabe muito lidar com a frustração. Outras vezes, no entanto, a gente nem se dá o prazer de tentar. Enxergamos a distância e nos esquecemos de admirar como o destino pode ser maravilhoso. Falta um pouco do Isaac em cada um de nós. Falta essa gana de conseguir “aquilo do jeito que eu quero”. As crianças são mesmo incríveis. E perceba o quanto podemos aprender com as atitudes delas. No final, o meu filho me torna mais forte, empenhada e grata a cada dia. E, claro, com mais energia pra realizar muito! #empreendedorismo
🧩 Como está sua vontade de alguma coisa? Sua energia pra alcançar um objetivo? _ Já viu criatura com mais gana que criança? Elas são mesmo incríveis! Não param enquanto não conseguem o que querem. Vez ou outra é motivo para as birras-furacão. Paciência. Se é o meio que elas têm de conseguir o que estão desejando... Isaac entrou na fase de brincar sozinho. Por um lado, acho ótimo. Por outro, fico sentida quando chamo pra brincar de uma coisa e ele me ignora pra fazer isolado o que quer, e ponto. Nenê cheio de personalidade, esse Isaac. No domingo tiramos a tarde pra brincarmos muito. No meio da minha diversão ele me deixou colorindo sozinha, catou o “popó” pela crina e subiu no caminhão que Seo Quinca deu pra ele assim que nasceu. Tentou umas três vezes fazer caber ele e o cavalo na carroceria do carro. Eu disse pra tirar o brinquedo, sentar primeiro e depois pegar ele no colo. Mas ele não ouviu. Perguntei se queria ajuda. Ele não respondeu. Queria que o cavalo ficasse sentado enquanto ele entrava na frente. E ponto. Na quarta vez, conseguiu. Olhou pra mim, bateu palmas e sorriu. Ele sabe festejar quando uma coisa vai bem! Levantei pra sacar o celular e tentar uma foto antes que ele se sentisse satisfeito com a vitória e voasse pro empenho em uma nova aventura. Ele cria novas metas a cada dez minutos. Demora um pouco, consegue, parte pra outra. Raras vezes eu o vi desistir. E quando o fez, estava visivelmente nervoso e frustrado. Ele entende que tentar somente uma vez ñ basta. Mas como ainda é pequeno, se estressa depois de erros seguidos. Não é diferente com a gente, que não é pequeno mais. Às vezes a gente desiste já meio nervoso. Às vezes a gente ñ sabe muito lidar com a frustração. Outras vezes, no entanto, a gente nem se dá o prazer de tentar. Enxergamos a distância e nos esquecemos de admirar como o destino pode ser maravilhoso. Falta um pouco do Isaac em cada um de nós. Falta essa gana de conseguir “aquilo do jeito que eu quero”. As crianças são mesmo incríveis. E perceba o quanto podemos aprender com as atitudes delas. No final, o meu filho me torna mais forte, empenhada e grata a cada dia. E, claro, com mais energia pra realizar muito! #empreendedorismo 
🥰 Passando pra lembrar que amanhã por aqui é feriado. E a gente ama trabalhar. Mas a gente também ama uma curtição de preguiça até mais tarde.
_
E por aí? Amanhã tem preguicinha ou WORK WORK WORK?
_
#empreendedorismofeminino #maternidadereal #boanoite #cuteshots #baby #love
🤭 Postando uma foto de 2007, mas que qualquer um diria que foi tirada ontem, pra dizer que tem um projeto incrível no qual demos start hoje.
_
Uma dica: eu surtei!
_
Entendedores entenderão. Ou não.
_
Que a sua noite seja doce como um copo descartável de Cantina da Serra, embora hoje estejamos mais ecologicamente corretos.
_
#empreendedorismofeminino #cantinadaserra #marketingdigital #jornalismo #meupassadomecondena #oldschool
🖤 Há sete anos atrás eu recebi do meu melhor amigo a pior notícia da minha vida. Demorei três anos para digerir a falta que você me fez, e mais dois anos fazendo bobagens das quais me arrependo. Perdi muito tempo reclamando dos desvios que o destino colocou no meu caminho e dos rumos que a vida ia tomando. Fiquei de mal de Deus por um período bem longo, e de mal de mim mesma também. Apenas de dois anos pra cá eu retomei as rédeas do que eu sou e do que quero vir à ser. Foi logo que o Isaac nasceu. Hoje percebo que perdi muito tempo, mas agradeço por ter tido tempo pra errar... E aprender! Tenho muito claro na minha cabeça o tipo de pessoa e de profissional que eu quero ser, e você é o sentido de tudo isso. Há sete anos atrás eu te perdi pra sempre. E me dói saber que hoje poderíamos ser muito juntos... Se ao menos eu soubesse que há sete anos atrás você iria embora. Mas a gente não sabe, pai. A gente não sabe. 
_
Obrigada por me ensinar um pouco mais todos os dias, até hoje. Obrigada pela mulher que eu sou. Pela mãe que eu sou. Pela empreendedora que eu sou. Obrigada. 
_
Como sempre, nessa mesma época, fico pensando se de onde você está é possível me ver, me ouvir, me ler. Tomara que seja. Porque eu queria muito que você soubesse que metade da minha força é o Isaac, e a outra metade eu devo à você. Cada esforço seu valeu à pena. Eu juro.
_
Há sete anos atrás meu coração ficou um pouco mais apertado, um bocado mais calejado. E a saudade ganhou outro significado.
_
🙏🏼 _
#empreendedorismofeminino #família #inmemoriam #pai #empreendedorismo #dejan #grupodejan
🖤 Há sete anos atrás eu recebi do meu melhor amigo a pior notícia da minha vida. Demorei três anos para digerir a falta que você me fez, e mais dois anos fazendo bobagens das quais me arrependo. Perdi muito tempo reclamando dos desvios que o destino colocou no meu caminho e dos rumos que a vida ia tomando. Fiquei de mal de Deus por um período bem longo, e de mal de mim mesma também. Apenas de dois anos pra cá eu retomei as rédeas do que eu sou e do que quero vir à ser. Foi logo que o Isaac nasceu. Hoje percebo que perdi muito tempo, mas agradeço por ter tido tempo pra errar... E aprender! Tenho muito claro na minha cabeça o tipo de pessoa e de profissional que eu quero ser, e você é o sentido de tudo isso. Há sete anos atrás eu te perdi pra sempre. E me dói saber que hoje poderíamos ser muito juntos... Se ao menos eu soubesse que há sete anos atrás você iria embora. Mas a gente não sabe, pai. A gente não sabe. _ Obrigada por me ensinar um pouco mais todos os dias, até hoje. Obrigada pela mulher que eu sou. Pela mãe que eu sou. Pela empreendedora que eu sou. Obrigada. _ Como sempre, nessa mesma época, fico pensando se de onde você está é possível me ver, me ouvir, me ler. Tomara que seja. Porque eu queria muito que você soubesse que metade da minha força é o Isaac, e a outra metade eu devo à você. Cada esforço seu valeu à pena. Eu juro. _ Há sete anos atrás meu coração ficou um pouco mais apertado, um bocado mais calejado. E a saudade ganhou outro significado. _ 🙏🏼 _ #empreendedorismofeminino  #família  #inmemoriam  #pai  #empreendedorismo  #dejan  #grupodejan 
🤦🏻‍♀️ E como lidar com as birras?
_
Este é o Isaac fazendo aquilo que toda criança sabe fazer de melhor: birrar. Sim, eu passo por isso todo o tempo. Não sei se chegou a tal “fase” ou se a personalidade dele está mudando rápido demais e eu não dei conta de ensinar tudo da forma como queria. Só sei que a onda agora é se jogar no chão... Às vezes ele senta e dá calundú, outras vezes ele faz como na foto: deita e finge que não está me escutando chamá-lo. Pelo menos na segunda versão não tem barulho. Se eu me preocupo? Às vezes. Na grande maioria dos casos apenas chamo calmamente, e se ele não vem, dou tchau e vou embora. Em algum momento ele se toca, levanta e vem atrás. Quando a birra é barulhenta costumo ter ataque de risos. Não é uma tática, é porque acho engraçado mesmo... Mas costuma dar certo e ele para a cena-drama logo. 
_ 
A questão é que cada criança é uma criança, cada mãe é uma mãe e cada birra é uma birra. Eu não sei se faço o correto, mas tento fazer o melhor. E a parte importante de tudo isso é que eu me “desneurei” do que os outros acham do Isaac birrento. Não ligo, mesmo. E aprendi a não julgar a outra como eu não gostaria de ser julgada. “Esse menino não tem mãe?!” Ou, “Cadê a mãe dessa criança?” já foram frases que fizeram parte do meu vocabulário. Sério. E hoje sinto que preciso me desculpar com cada mãe por ter sido tão cruel. 
_
A parte boa da maternidade é que a gente aprende muito sobre empatia e como essa palavra bonitinha pode influenciar tanto nas nossas atitudes e na nossa vida. 
_
E se você é mãe, deixe de lado esse nervosismo bobo que a gente sente no momento “o que as pessoas vão pensar” e foque as suas energias em encontrar uma boa maneira de fazer com que esse pedaço de gente levante do chão e vá embora com você sem ter que ser levado à força. Garanto que os resultados pra sua saúde-materna serão muito positivos. E de quebra, a criação do seu filho agradece.
_
Toda criança birra, até aquele que a mãe jura que não. Mas a gente sabe que sim. Então relaxa... E se precisar, birra junto que quase sempre da certo!
_
Na foto: o Isaac na última quarta não querendo ir embora da @lojasrenner ~ e por aí? Como são as birras?
_
#maternidade
🤦🏻‍♀️ E como lidar com as birras? _ Este é o Isaac fazendo aquilo que toda criança sabe fazer de melhor: birrar. Sim, eu passo por isso todo o tempo. Não sei se chegou a tal “fase” ou se a personalidade dele está mudando rápido demais e eu não dei conta de ensinar tudo da forma como queria. Só sei que a onda agora é se jogar no chão... Às vezes ele senta e dá calundú, outras vezes ele faz como na foto: deita e finge que não está me escutando chamá-lo. Pelo menos na segunda versão não tem barulho. Se eu me preocupo? Às vezes. Na grande maioria dos casos apenas chamo calmamente, e se ele não vem, dou tchau e vou embora. Em algum momento ele se toca, levanta e vem atrás. Quando a birra é barulhenta costumo ter ataque de risos. Não é uma tática, é porque acho engraçado mesmo... Mas costuma dar certo e ele para a cena-drama logo. _ A questão é que cada criança é uma criança, cada mãe é uma mãe e cada birra é uma birra. Eu não sei se faço o correto, mas tento fazer o melhor. E a parte importante de tudo isso é que eu me “desneurei” do que os outros acham do Isaac birrento. Não ligo, mesmo. E aprendi a não julgar a outra como eu não gostaria de ser julgada. “Esse menino não tem mãe?!” Ou, “Cadê a mãe dessa criança?” já foram frases que fizeram parte do meu vocabulário. Sério. E hoje sinto que preciso me desculpar com cada mãe por ter sido tão cruel. _ A parte boa da maternidade é que a gente aprende muito sobre empatia e como essa palavra bonitinha pode influenciar tanto nas nossas atitudes e na nossa vida. _ E se você é mãe, deixe de lado esse nervosismo bobo que a gente sente no momento “o que as pessoas vão pensar” e foque as suas energias em encontrar uma boa maneira de fazer com que esse pedaço de gente levante do chão e vá embora com você sem ter que ser levado à força. Garanto que os resultados pra sua saúde-materna serão muito positivos. E de quebra, a criação do seu filho agradece. _ Toda criança birra, até aquele que a mãe jura que não. Mas a gente sabe que sim. Então relaxa... E se precisar, birra junto que quase sempre da certo! _ Na foto: o Isaac na última quarta não querendo ir embora da @lojasrenner ~ e por aí? Como são as birras? _ #maternidade 
❤️ Filho é mesmo uma caixinha de surpresas. Acabamos de descobrir, por exemplo, que o Isaac alguns dias fora da rotina segue de alimentação 220 nas 24 horas do dia (que pra mim estão parecendo 48). Desacelerar não faz parte dos planos dele e até pra dormir, que em casa é um momento normal, a dificuldade é maior. E olha que quarto de hotel é tudo de bom, né? 
_
Obrigada à equipe do @ibis.br ~ Montes Claros, em especial ao Adriano, que nos atendeu super bem nesses cinco dias de idas e vindas à consultas e procedimentos.
_
Quanto ao Isaac, coisas que ele mais gostou no hotel: o telefone do quarto, os apagadores dos criados mudos que tem a altura dele, o carrinho de transportar malas e o elevador.
_
E por aí? Quando os ares mudam as crianças também se transformam? Ou a peleja é só comigo?
_
#viagem #maternidade #ibishotel #montesclaros #kids #travel #viajarcomfilhos #empreendedorismofeminino
❤️ Filho é mesmo uma caixinha de surpresas. Acabamos de descobrir, por exemplo, que o Isaac alguns dias fora da rotina segue de alimentação 220 nas 24 horas do dia (que pra mim estão parecendo 48). Desacelerar não faz parte dos planos dele e até pra dormir, que em casa é um momento normal, a dificuldade é maior. E olha que quarto de hotel é tudo de bom, né? _ Obrigada à equipe do @ibis.br ~ Montes Claros, em especial ao Adriano, que nos atendeu super bem nesses cinco dias de idas e vindas à consultas e procedimentos. _ Quanto ao Isaac, coisas que ele mais gostou no hotel: o telefone do quarto, os apagadores dos criados mudos que tem a altura dele, o carrinho de transportar malas e o elevador. _ E por aí? Quando os ares mudam as crianças também se transformam? Ou a peleja é só comigo? _ #viagem  #maternidade  #ibishotel  #montesclaros  #kids  #travel  #viajarcomfilhos  #empreendedorismofeminino 
🧡 Papais & mamães lindezas que sempre me perguntam sobre a minha assinatura do Leiturinha ~ aquele clube de leitura infantil que envia livros incríveis para o Isaac todo mês, tenho três dicas ótimas pra vocês!
_
Primeira dica: acessem o site do Leiturinha ~ leiturinha.com.br ~ e saiba já na página inicial como fazer para que o seu filho tenha acesso à obras selecionadas por especialistas para a idade dele. Sem dor de cabeça, sem precisar sair de casa! O site é super intuitivo e simples, então, aproveite.
_
Segunda dica: os pacotes do Leiturinha são divididos em três tipos: 1 livro por mês, 2 livros por mês ou 2 livros de uma vez (ótima opção de presente). Além disso, você pode escolher entre assinar por apenas um mês ou por semestre (que eu prefiro, porque não preciso me preocupar com a renovação).
_
Terceira dica: você pode usar o meu cupom de embaixadora ~ emanuelaalmeidaperei ~ na hora de fechar um pacote semestral e ganhar 50% de desconto em uma mensalidade (o desconto será diluído nos seis meses de assinatura.
_
Aproveitem o final de ano e garantam os livros Leiturinha de Natal pros pelecos!
_
Esse último que o Isaac recebeu é o livro mais fofo do universo! Chama-se “Meu Livro do Corpo”, da Nathalie Choux para a Catapulta Editores. Ensina as partes do corpo, ações e emoções de uma forma super dinâmica. A criança interage com o livro todo o tempo, e para o Isaac, que está com um ano e meio, essa interação é essencial.
_
Acreditem em mim! Vocês vão amar a @leiturinha ❤️
_
#leiturinha #livrosinfantis #maternidadeativa #amoler #maedemenino
🧡 Papais & mamães lindezas que sempre me perguntam sobre a minha assinatura do Leiturinha ~ aquele clube de leitura infantil que envia livros incríveis para o Isaac todo mês, tenho três dicas ótimas pra vocês! _ Primeira dica: acessem o site do Leiturinha ~ leiturinha.com.br ~ e saiba já na página inicial como fazer para que o seu filho tenha acesso à obras selecionadas por especialistas para a idade dele. Sem dor de cabeça, sem precisar sair de casa! O site é super intuitivo e simples, então, aproveite. _ Segunda dica: os pacotes do Leiturinha são divididos em três tipos: 1 livro por mês, 2 livros por mês ou 2 livros de uma vez (ótima opção de presente). Além disso, você pode escolher entre assinar por apenas um mês ou por semestre (que eu prefiro, porque não preciso me preocupar com a renovação). _ Terceira dica: você pode usar o meu cupom de embaixadora ~ emanuelaalmeidaperei ~ na hora de fechar um pacote semestral e ganhar 50% de desconto em uma mensalidade (o desconto será diluído nos seis meses de assinatura. _ Aproveitem o final de ano e garantam os livros Leiturinha de Natal pros pelecos! _ Esse último que o Isaac recebeu é o livro mais fofo do universo! Chama-se “Meu Livro do Corpo”, da Nathalie Choux para a Catapulta Editores. Ensina as partes do corpo, ações e emoções de uma forma super dinâmica. A criança interage com o livro todo o tempo, e para o Isaac, que está com um ano e meio, essa interação é essencial. _ Acreditem em mim! Vocês vão amar a @leiturinha ❤️ _ #leiturinha  #livrosinfantis  #maternidadeativa  #amoler  #maedemenino 
🖤 Perdi o prazo do #tbt essa semana por motivo de “ocupada com a melhor festa de Halloween EVER!” da @luduscontainer em parceria com o @casarao_lounge_bar ~ mas ainda assim eu TINHA que postar essa gostosura em forma de olhos e bochechas quando tinha cinco meses.
_
Acho que hoje eu devo ter ficado uns quarenta minutos na cama com ele só repetindo “obrigada Deus por essa boquinha, obrigada Deus por essas orelhinhas, obrigada Deus por esses bracinhos...” e mais todas as partes desse presente lindo que o Isaac é na minha vida.
_
Dizer que a maternidade é incrível seria, no mínimo, muito óbvio neste espaço onde eu praticamente falo isso 90% do tempo. Mas sim, a maternidade é incrível!
_
E por mais que a minha exaltação de ontem tenha me rendido um feriado muito meia-boca por causa da ressaca que parece não ter fim, só de olhar pra ele (seja ao meu lado me dando um cheiro gostoso, seja nessa foto mais fofa do universo) toda enxaqueca melhora, toda vertigem some, toda preguiça se esvai.
_
Enfim, apenas passando pra repetir o óbvio mesmo: que eu não caibo em mim de tanta gratidão.
_
#maternidadereal #gratidão🙏 #filho #maedemenino #isaac #cutebabies
🖤 Perdi o prazo do #tbt  essa semana por motivo de “ocupada com a melhor festa de Halloween EVER!” da @luduscontainer em parceria com o @casarao_lounge_bar ~ mas ainda assim eu TINHA que postar essa gostosura em forma de olhos e bochechas quando tinha cinco meses. _ Acho que hoje eu devo ter ficado uns quarenta minutos na cama com ele só repetindo “obrigada Deus por essa boquinha, obrigada Deus por essas orelhinhas, obrigada Deus por esses bracinhos...” e mais todas as partes desse presente lindo que o Isaac é na minha vida. _ Dizer que a maternidade é incrível seria, no mínimo, muito óbvio neste espaço onde eu praticamente falo isso 90% do tempo. Mas sim, a maternidade é incrível! _ E por mais que a minha exaltação de ontem tenha me rendido um feriado muito meia-boca por causa da ressaca que parece não ter fim, só de olhar pra ele (seja ao meu lado me dando um cheiro gostoso, seja nessa foto mais fofa do universo) toda enxaqueca melhora, toda vertigem some, toda preguiça se esvai. _ Enfim, apenas passando pra repetir o óbvio mesmo: que eu não caibo em mim de tanta gratidão. _ #maternidadereal  #gratidão 🙏 #filho  #maedemenino  #isaac  #cutebabies 
🌑 Feliz Dia, hermanas. 
_

#Repost @ginecologianatural
_

Bruxas eram mulheres empoderadas. ⠀
Insubordinadas.⠀
Livres. Que conheciam as ervas, os mistérios da natureza, da vida, da morte. Seu corpo, seu ciclo menstrual, seu poder. ⠀
Muitas não se casavam, preferiam viver na floresta com os animais e suas amigas. Ou sozinhas com suas plantas. ⠀
⠀
Recusavam os padrões da normatividade. As que se casavam certamente não eram submissas a seus maridos como as mulheres da época. ⠀
⠀
Tinham sabedoria da ancestralidade, curavam doenças, dançavam pra lua, contavam histórias. ⠀
⠀
Tinham visões, sonhos, intuições. ⠀
Eram mulheres, apenas. ⠀
⠀
Foram perseguidas e mortas na idade média no maior feminicídio já visto por representarem uma ameaça ao patriarcado. Por saberem o que os homens não entendiam.⠀
⠀
Associadas a imagens de feias, assustadoras, velhas, solitárias, loucas e principalmente más. ⠀
⠀
A caça às bruxas foi possivelmente o início do afastamento das mulheres de sua própria essência. Por questão de sobrevivência passaram a renegar sua natureza selvagem, se esconder e a ver como amaldiçoado seu corpo de mulher. Nós somos as netas não só das que não conseguiram queimar mas principalmente das que queimaram. ⠀
Carregamos a história de todas as mulheres e o fogo da inquisição - mais do que nunca - arde em nós. ⠀
⠀
E dele renascemos.⠀
_
Texto: Bel Saide @ginecologianatural⠀
_
Foto: @fayesalem⠀
⠀
#diadasbruxas #bruxas #empoderamento #sagradofeminino #mulheresempoderadas
🌑 Feliz Dia, hermanas. _ #Repost  @ginecologianatural _ Bruxas eram mulheres empoderadas. ⠀ Insubordinadas.⠀ Livres. Que conheciam as ervas, os mistérios da natureza, da vida, da morte. Seu corpo, seu ciclo menstrual, seu poder. ⠀ Muitas não se casavam, preferiam viver na floresta com os animais e suas amigas. Ou sozinhas com suas plantas. ⠀ ⠀ Recusavam os padrões da normatividade. As que se casavam certamente não eram submissas a seus maridos como as mulheres da época. ⠀ ⠀ Tinham sabedoria da ancestralidade, curavam doenças, dançavam pra lua, contavam histórias. ⠀ ⠀ Tinham visões, sonhos, intuições. ⠀ Eram mulheres, apenas. ⠀ ⠀ Foram perseguidas e mortas na idade média no maior feminicídio já visto por representarem uma ameaça ao patriarcado. Por saberem o que os homens não entendiam.⠀ ⠀ Associadas a imagens de feias, assustadoras, velhas, solitárias, loucas e principalmente más. ⠀ ⠀ A caça às bruxas foi possivelmente o início do afastamento das mulheres de sua própria essência. Por questão de sobrevivência passaram a renegar sua natureza selvagem, se esconder e a ver como amaldiçoado seu corpo de mulher. Nós somos as netas não só das que não conseguiram queimar mas principalmente das que queimaram. ⠀ Carregamos a história de todas as mulheres e o fogo da inquisição - mais do que nunca - arde em nós. ⠀ ⠀ E dele renascemos.⠀ _ Texto: Bel Saide @ginecologianatural⠀ _ Foto: @fayesalem⠀ ⠀ #diadasbruxas  #bruxas  #empoderamento  #sagradofeminino  #mulheresempoderadas 
🦆 Num certo dia qualquer eu li um texto que dizia que o pato é um animal incrível. No início eu achei estranho. Afinal, o pato não é exatamente o que alguém gostaria de ser se pudesse escolher. As pessoas normalmente se comparam à águias, lobos e até cobras. Mas ninguém escolhe ser o pato. Eu, por exemplo, escolheria o leão, fácil, em outros tempos. 
_
Fez tanta diferença me encontrar como pato, no entanto, que decidi registrar isso na minha pele para o resto da vida. E por que P A T O? Alguns perguntaram.
_
Porque, hoje, os patos me inspiram. Eles andam, nadam e voam com certa destreza, vivem em comunidade, são apaixonados pelas crias, já nascem praticamente independentes, conseguindo se alimentar sozinhos desde os primeiros dias. Os patos conseguem voar uma distância de mais de 500 quilômetros por dia para chegarem ao seu objetivo de migração. Eles são ágeis em perceber se um ambiente é receptivo para eles, ou não. Estão sempre prontos para começar de novo. São comunicativos. E o mais incrível: trabalham em sistema de cooperação todo o tempo! Quando eles migram, voam em formação V, que facilita o deslocamento em bando, e quando o líder, que está sempre à frente, se cansa, outro pato o substitui para que a equipe não pare. O pato é magnífico, sem dúvida. Já viu um filhote de pato sozinho? Não. Ele está sempre com a mamãe-pata por perto. E eles conseguem fazer o extraordinário: descansam apenas a metade do cérebro enquanto dormem... A outra metade fica em alerta. 
_
Mas isso a gente aprende quando o primeiro filho nasce, considero mais ou menos igual...
_
O pato me inspira. Sim. Olho pra ele todos os dias ao acordar e penso: se o céu for o limite, voe; se a opção for a água, nade; se te jogarem ao chão, ande... Mas não pare NUNCA.
_
O texto que me inspirou foi da @deboralcantara ~ uma das fundadoras do @efeitoorna ~ gratidão pela percepção de tudo isso.
_
Tatuagem do @silviopqno 
_
#empreendedorismofeminino #gestaoderedessociais #empreendedorismo #tatoo #inspiration #pato #duck #patoreal #patoselvagem #mallardduck
🦆 Num certo dia qualquer eu li um texto que dizia que o pato é um animal incrível. No início eu achei estranho. Afinal, o pato não é exatamente o que alguém gostaria de ser se pudesse escolher. As pessoas normalmente se comparam à águias, lobos e até cobras. Mas ninguém escolhe ser o pato. Eu, por exemplo, escolheria o leão, fácil, em outros tempos. _ Fez tanta diferença me encontrar como pato, no entanto, que decidi registrar isso na minha pele para o resto da vida. E por que P A T O? Alguns perguntaram. _ Porque, hoje, os patos me inspiram. Eles andam, nadam e voam com certa destreza, vivem em comunidade, são apaixonados pelas crias, já nascem praticamente independentes, conseguindo se alimentar sozinhos desde os primeiros dias. Os patos conseguem voar uma distância de mais de 500 quilômetros por dia para chegarem ao seu objetivo de migração. Eles são ágeis em perceber se um ambiente é receptivo para eles, ou não. Estão sempre prontos para começar de novo. São comunicativos. E o mais incrível: trabalham em sistema de cooperação todo o tempo! Quando eles migram, voam em formação V, que facilita o deslocamento em bando, e quando o líder, que está sempre à frente, se cansa, outro pato o substitui para que a equipe não pare. O pato é magnífico, sem dúvida. Já viu um filhote de pato sozinho? Não. Ele está sempre com a mamãe-pata por perto. E eles conseguem fazer o extraordinário: descansam apenas a metade do cérebro enquanto dormem... A outra metade fica em alerta. _ Mas isso a gente aprende quando o primeiro filho nasce, considero mais ou menos igual... _ O pato me inspira. Sim. Olho pra ele todos os dias ao acordar e penso: se o céu for o limite, voe; se a opção for a água, nade; se te jogarem ao chão, ande... Mas não pare NUNCA. _ O texto que me inspirou foi da @deboralcantara ~ uma das fundadoras do @efeitoorna ~ gratidão pela percepção de tudo isso. _ Tatuagem do @silviopqno _ #empreendedorismofeminino  #gestaoderedessociais  #empreendedorismo  #tatoo  #inspiration  #pato  #duck  #patoreal  #patoselvagem  #mallardduck 
🖤 Pedindo à Deus coragem para reiniciar esse projeto de construção do meu sonho. Ali atrás o que eu chamo de “meu jardim secreto”, ou o que virou a minha quase construção nos últimos dois anos. Sim, fiquei quase dois anos sem pisar o pé nesse espaço. Quando eu parei de mexer na casa de vez, eu estava grávida do Isaac. Depois que ele nasceu, num intuito de retomar a construção, cheguei à passar por lá com a @edelmary.carquitetura para refazer medidas e repensar o projeto original. Acabei não dando conta de continuar, de novo. Os meus projetos profissionais me tomam quase todas as horas do dia e tudo o que eu invento extra-empresas às vezes fica pela metade. E eu sei que isso é terrível! Ainda mais se tratando de sonhos. Hoje eu voltei à ver aquelas meia-paredes e me animei ainda mais com esse projeto que promete ser incrível! Tanto o da construção, quanto o desse diário. Pra falar a verdade o matagal que nasceu naquele espaço abandonado me deixou encantada, e se eu pudesse, deixava algumas paredes bem como estão. Tipo essa da foto. 
_
Estamos retomando aos poucos a nossa esperança em dias melhores. E nada mais animador do que retomar o projeto da realização de um sonho. Certo?
_
Quanto ao verde, aceito dicas de trepadeiras que cresçam e floresçam e fiquem tão lindas quanto esse jardim selvagem que seremos obrigados à capinar.
_
Vejam a foto original (que linda) e sigam o perfil @acasadaruadaimprensa para saber mais sobre esse projeto maravilhoso!
_
Fotografia: @aloguii 🙏🏼
_
#arquitetura #inspiração #designdeinteriores #construção #home #sonhos #verde #empreendedorismofeminino
🖤 Pedindo à Deus coragem para reiniciar esse projeto de construção do meu sonho. Ali atrás o que eu chamo de “meu jardim secreto”, ou o que virou a minha quase construção nos últimos dois anos. Sim, fiquei quase dois anos sem pisar o pé nesse espaço. Quando eu parei de mexer na casa de vez, eu estava grávida do Isaac. Depois que ele nasceu, num intuito de retomar a construção, cheguei à passar por lá com a @edelmary.carquitetura para refazer medidas e repensar o projeto original. Acabei não dando conta de continuar, de novo. Os meus projetos profissionais me tomam quase todas as horas do dia e tudo o que eu invento extra-empresas às vezes fica pela metade. E eu sei que isso é terrível! Ainda mais se tratando de sonhos. Hoje eu voltei à ver aquelas meia-paredes e me animei ainda mais com esse projeto que promete ser incrível! Tanto o da construção, quanto o desse diário. Pra falar a verdade o matagal que nasceu naquele espaço abandonado me deixou encantada, e se eu pudesse, deixava algumas paredes bem como estão. Tipo essa da foto. _ Estamos retomando aos poucos a nossa esperança em dias melhores. E nada mais animador do que retomar o projeto da realização de um sonho. Certo? _ Quanto ao verde, aceito dicas de trepadeiras que cresçam e floresçam e fiquem tão lindas quanto esse jardim selvagem que seremos obrigados à capinar. _ Vejam a foto original (que linda) e sigam o perfil @acasadaruadaimprensa para saber mais sobre esse projeto maravilhoso! _ Fotografia: @aloguii 🙏🏼 _ #arquitetura  #inspiração  #designdeinteriores  #construção  #home  #sonhos  #verde  #empreendedorismofeminino 
🖤 Gente, eu estou muito animada com esse novo projeto, por isso quero compartilhar com todxs vocês!
_
Na próxima quarta-feira, dia 31, às 17h20, a designer digital @jessicarbraz nossa über-colaboradora & eu estaremos na sede da Associação Comercial de Espinosa ministrando uma aula GRÁTIS muito foda!
-
O tema é: Criando Negócios de Impacto - Como utilizar a internet à seu favor!
-
Tem coisa mais moderna e útil?
-
Quem não puder vir pessoalmente pode acompanhar a gente pela live que vai ser lançada no perfil da @acecdlespinosa just in time e com todo o carinho.
-
Mas... Quem for à aula pessoalmente vai concorrer à criação de um logotipo free que a nossa equipe de Soluções Digitais vai sortear.
-
Não percam essa oportunidade! Se você é autônoma, se é empreendedora ou se quer apenas entender um pouco mais sobre a profissionalização das suas redes sociais, cola aqui!
_
#gestaoderedessociais #comunicacao #jornalismo #design #aceespinosa #cdlespinosa #fcdl #federaminas #gestao #empreendedorismo
🖤 Gente, eu estou muito animada com esse novo projeto, por isso quero compartilhar com todxs vocês! _ Na próxima quarta-feira, dia 31, às 17h20, a designer digital @jessicarbraz nossa über-colaboradora & eu estaremos na sede da Associação Comercial de Espinosa ministrando uma aula GRÁTIS muito foda! - O tema é: Criando Negócios de Impacto - Como utilizar a internet à seu favor! - Tem coisa mais moderna e útil? - Quem não puder vir pessoalmente pode acompanhar a gente pela live que vai ser lançada no perfil da @acecdlespinosa just in time e com todo o carinho. - Mas... Quem for à aula pessoalmente vai concorrer à criação de um logotipo free que a nossa equipe de Soluções Digitais vai sortear. - Não percam essa oportunidade! Se você é autônoma, se é empreendedora ou se quer apenas entender um pouco mais sobre a profissionalização das suas redes sociais, cola aqui! _ #gestaoderedessociais  #comunicacao  #jornalismo  #design  #aceespinosa  #cdlespinosa  #fcdl  #federaminas  #gestao  #empreendedorismo 
🖤 Estou sentindo pela primeira vez o desejo de não estar certa. “Respeitar” a vontade da maioria é fácil para quem é à favor da democracia. Não posso dizer o mesmo de “entender”. Estávamos à um triz pro dia nascer feliz, mas não aconteceu. Eu sinto muito mesmo por aqueles à quem amo e que precisarão se esconder, ou que resistirão, embora aflitos. Que no resultado final, tudo aquilo o que tememos agora, realmente nunca aconteça. Que no resultado final, como nos foi dito, não tenhamos que que nos preocupar com a morte do nosso direito democrático, do amor e da tolerância. Que tenhamos nos enganado quanto à ignorância frente aos problemas com a economia e a educação do país. Que realmente, como parte da minha família acredita, ele seja um bom presidente. Como eu disse, pela primeira vez eu desejo, veementemente, que estejamos errados, e que os que amo vivam em paz, e que os problemas sejam resolvidos, e que não haja armas de fogo próximas à mim e ao meu filho, e que meus queridos vivam em paz o amor que lhes convém, e que eu possa continuar me expressando livremente, e que meu corpo seja respeitado, e que a educação seja priorizada, e que o Estado continue laico, e que a família diferente da minha seja respeitada, e que continuemos juntos, sem ninguém soltar a mão de ninguém.
_
#feminismo #ninguemsoltaamãodeninguem #tolerancia #amor #esperança
🖤 Estou sentindo pela primeira vez o desejo de não estar certa. “Respeitar” a vontade da maioria é fácil para quem é à favor da democracia. Não posso dizer o mesmo de “entender”. Estávamos à um triz pro dia nascer feliz, mas não aconteceu. Eu sinto muito mesmo por aqueles à quem amo e que precisarão se esconder, ou que resistirão, embora aflitos. Que no resultado final, tudo aquilo o que tememos agora, realmente nunca aconteça. Que no resultado final, como nos foi dito, não tenhamos que que nos preocupar com a morte do nosso direito democrático, do amor e da tolerância. Que tenhamos nos enganado quanto à ignorância frente aos problemas com a economia e a educação do país. Que realmente, como parte da minha família acredita, ele seja um bom presidente. Como eu disse, pela primeira vez eu desejo, veementemente, que estejamos errados, e que os que amo vivam em paz, e que os problemas sejam resolvidos, e que não haja armas de fogo próximas à mim e ao meu filho, e que meus queridos vivam em paz o amor que lhes convém, e que eu possa continuar me expressando livremente, e que meu corpo seja respeitado, e que a educação seja priorizada, e que o Estado continue laico, e que a família diferente da minha seja respeitada, e que continuemos juntos, sem ninguém soltar a mão de ninguém. _ #feminismo  #ninguemsoltaamãodeninguem  #tolerancia  #amor  #esperança 
💚 A melhor forma de acordar. 
_
#maternidade #maternidadereal #maedemenino #cutebaby #isaac #bomdia #instagood
💚 “Você quer que eu insira ‘blogueira’ na descrição do seu perfil para o convite do workshop?” ~ Essa foi a pergunta que a @jessicarbraz me fez mais cedo quando estava fechando a criação do convite para a nossa aula sobre mídias digitais para empreendedores. Foram 5 segundos e um filme inteiro passou na minha cabeça. Me lembrei do início da faculdade de jornalismo, de como esse mundo digital era uma coisa estranha pra gente e como, em 2007, eu me tornei criadora de conteúdo, sem nem saber o que isso seria um dia, através do emsurto.blogspot.com. Isso foi há 11 anos e foi ontem! 
_
Naquela época não existiam influenciadores digitais ou criadores de conteúdo e a profissão “blogger” estava muito longe de ser oficializada. A moda da época era desenvolvimento de páginas com perfil literário e artístico. O emsurto, por exemplo, era um punhado de poemas e desabafos meus, mas que nunca foi visto como algo profissional. E pensar que os digital influencer atualmente mais famosos começaram como bloggers naquela mesma época... _
Basicamente, escrever pra mim sempre foi algo muito além do jornalismo. Fazia parte de mim. Eu varava noites escrevendo e postando no blog e me sentindo feliz com isso. Na época, toda essa gana pela escrita me rendeu fanzines publicados em versão impressa. ~ Levante aqui a mão quem já leu um UHU! fanzine ou um ZINE sertões, por gentileza! 
_
Hoje, toda essa energia da Emanuela Criadora de Conteúdo renasceu em corpo de empreendedora e, sim, estou me sentindo muito feliz com mais esta oportunidade que a vida colocou aos meus pés. 
_
A Jéssica então adicionou a função “Digital Influencer em Empreendedorismo Feminino e Maternidade” no meu perfil do convite ~ depois fiquei pensando e acho que Criadora de Conteúdo combina mais com o que eu venho fazendo por aqui há quase dois anos: influenciando e ajudando pessoas através de conteúdo relevante. Agradeço ao destino, à vida, ao Divino, por me deixarem continuar seguindo a trilha que a minha profissão de formação (jornalismo) e a minha profissão de paixão (gestora) me apresentaram. 
_
O convite para a aula está no stories. Vejam lá.
_
#empreendedorismofeminino #mídiasdigitais #blog #inspiração #instagood
💚 “Você quer que eu insira ‘blogueira’ na descrição do seu perfil para o convite do workshop?” ~ Essa foi a pergunta que a @jessicarbraz me fez mais cedo quando estava fechando a criação do convite para a nossa aula sobre mídias digitais para empreendedores. Foram 5 segundos e um filme inteiro passou na minha cabeça. Me lembrei do início da faculdade de jornalismo, de como esse mundo digital era uma coisa estranha pra gente e como, em 2007, eu me tornei criadora de conteúdo, sem nem saber o que isso seria um dia, através do emsurto.blogspot.com. Isso foi há 11 anos e foi ontem! _ Naquela época não existiam influenciadores digitais ou criadores de conteúdo e a profissão “blogger” estava muito longe de ser oficializada. A moda da época era desenvolvimento de páginas com perfil literário e artístico. O emsurto, por exemplo, era um punhado de poemas e desabafos meus, mas que nunca foi visto como algo profissional. E pensar que os digital influencer atualmente mais famosos começaram como bloggers naquela mesma época... _ Basicamente, escrever pra mim sempre foi algo muito além do jornalismo. Fazia parte de mim. Eu varava noites escrevendo e postando no blog e me sentindo feliz com isso. Na época, toda essa gana pela escrita me rendeu fanzines publicados em versão impressa. ~ Levante aqui a mão quem já leu um UHU! fanzine ou um ZINE sertões, por gentileza! _ Hoje, toda essa energia da Emanuela Criadora de Conteúdo renasceu em corpo de empreendedora e, sim, estou me sentindo muito feliz com mais esta oportunidade que a vida colocou aos meus pés. _ A Jéssica então adicionou a função “Digital Influencer em Empreendedorismo Feminino e Maternidade” no meu perfil do convite ~ depois fiquei pensando e acho que Criadora de Conteúdo combina mais com o que eu venho fazendo por aqui há quase dois anos: influenciando e ajudando pessoas através de conteúdo relevante. Agradeço ao destino, à vida, ao Divino, por me deixarem continuar seguindo a trilha que a minha profissão de formação (jornalismo) e a minha profissão de paixão (gestora) me apresentaram. _ O convite para a aula está no stories. Vejam lá. _ #empreendedorismofeminino  #mídiasdigitais  #blog  #inspiração  #instagood 
🙈 Hoje, finalizando atendimento à um fornecedor, comentei que era uma das gestoras de cinco empresas (sem contar filiais) e ele disse em tom assustado: “É... Eu fiquei sabendo!” _
Não é a primeira vez que vejo alguém estranhar essa loucura que é minha vida. Quando falo que o meu mais novo empreendimento é a maternidade, então, a maioria cai pra trás. 
_
Eu vou ser sincera: não é fácil ser eu. Nessas horas da noite em que o sangue esfria e a cabeça é colocada no lugar pra fazer as minhas postagens, sinto que cada célula do meu corpo de mulher, empreendedora, feminista e mãe pede arrego. A parte boa é que basta uma boa noite de sono pra que eu volte com a bateria 100% carregada para o caminho que me levará à realização dos meus sonhos. Felizmente, este caminho se mostra cheio de oportunidades de trabalho. Coisa que apenas AMO fazer. 
_
Respondendo à um novo prospect de parceiro hoje, disse: “Me perdoe, não consegui te ligar porque meu dia foi muito corrido”. Quando ele respondeu: “Nem me fale de dia corrido, Deus me livre”. Me apressei em dizer que, embora seja uma justificativa para não ter conseguido ligar pra ele, não reclamo de um dia corrido, NUNCA. E que, além de ser fissurada em dias corridos, desejava que Deus colocasse correria em todos os dias da vida dele também.
_
Eu não consigo achar ruim se o meu horário de almoço se limitou à quinze minutos, um pedaço de mandioca e uma salada hoje. À vezes eu me estresso. Ô, de vez em quando fico à beira da loucura. Mas na balança da vida o prazer pela insanidade que é a vida de uma empreendedora ganha de todo o resto, por mais negativo que o resto possa ser. 
_
São cinco empresas, seis filiais, uma casa, um filho, o cabelo que acordou ruim. São setenta colaboradores, sete agências bancárias e um problema a cada doze minutos e meio. É aquele pão que você engole, três anos sem férias, duas dúzias de sapos engolidos por ano e o checkup médico que está sendo adiado há seis meses por falta de vontade de parar. É isso tudo & uma alegria imensa quando alguma coisa dá muito certo, quando ao fim do dia percebemos que fizemos diferença na vida de alguém. Que alguém teve uma experiência incrível conosco. ❤️
_
#tbt #business
🙈 Hoje, finalizando atendimento à um fornecedor, comentei que era uma das gestoras de cinco empresas (sem contar filiais) e ele disse em tom assustado: “É... Eu fiquei sabendo!” _ Não é a primeira vez que vejo alguém estranhar essa loucura que é minha vida. Quando falo que o meu mais novo empreendimento é a maternidade, então, a maioria cai pra trás. _ Eu vou ser sincera: não é fácil ser eu. Nessas horas da noite em que o sangue esfria e a cabeça é colocada no lugar pra fazer as minhas postagens, sinto que cada célula do meu corpo de mulher, empreendedora, feminista e mãe pede arrego. A parte boa é que basta uma boa noite de sono pra que eu volte com a bateria 100% carregada para o caminho que me levará à realização dos meus sonhos. Felizmente, este caminho se mostra cheio de oportunidades de trabalho. Coisa que apenas AMO fazer. _ Respondendo à um novo prospect de parceiro hoje, disse: “Me perdoe, não consegui te ligar porque meu dia foi muito corrido”. Quando ele respondeu: “Nem me fale de dia corrido, Deus me livre”. Me apressei em dizer que, embora seja uma justificativa para não ter conseguido ligar pra ele, não reclamo de um dia corrido, NUNCA. E que, além de ser fissurada em dias corridos, desejava que Deus colocasse correria em todos os dias da vida dele também. _ Eu não consigo achar ruim se o meu horário de almoço se limitou à quinze minutos, um pedaço de mandioca e uma salada hoje. À vezes eu me estresso. Ô, de vez em quando fico à beira da loucura. Mas na balança da vida o prazer pela insanidade que é a vida de uma empreendedora ganha de todo o resto, por mais negativo que o resto possa ser. _ São cinco empresas, seis filiais, uma casa, um filho, o cabelo que acordou ruim. São setenta colaboradores, sete agências bancárias e um problema a cada doze minutos e meio. É aquele pão que você engole, três anos sem férias, duas dúzias de sapos engolidos por ano e o checkup médico que está sendo adiado há seis meses por falta de vontade de parar. É isso tudo & uma alegria imensa quando alguma coisa dá muito certo, quando ao fim do dia percebemos que fizemos diferença na vida de alguém. Que alguém teve uma experiência incrível conosco. ❤️ _ #tbt  #business