an online Instagram web viewer
  • anaintowine
    Ana into Wine
    @anaintowine

Images by anaintowine

Outubro Rosa 🎀
Bordeaux além dos tintos potentes e dos brancos doces - Premius Crémant de Bordeaux Brut Rosé, Méthode Traditionnelle
#anaintowine #anaintowinebordeaux #outubrorosa #pinkoctober #bordeaux #lecoleduvin #lecoleduvindebordeaux #baravincivb
Destino✈️🍷: Paris 🇫🇷
.
#tbt - Para viver a vibe “parisienne”, tomando um bom vinho numa mesinha de calçada, cercada do agito noturno de Paris, minha escolha é a região em torno da estação de metrô Edgar Quinet, no 14eme arroundissement (14o distrito). Perto da estação Montparnasse, a área é um restô/bar atrás do outro, lotados por um público jovem e descolado, basicamente apenas locais - não espere aquela multidão turística!😃
Paris comme il faut!💙❤️
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #anaintowinedestination #anaintowinefrance #anaintowineparis #france #paris #14eme #vinrosé #roséwine
Destino✈️🍷: Paris 🇫🇷 . #tbt  - Para viver a vibe “parisienne”, tomando um bom vinho numa mesinha de calçada, cercada do agito noturno de Paris, minha escolha é a região em torno da estação de metrô Edgar Quinet, no 14eme arroundissement (14o distrito). Perto da estação Montparnasse, a área é um restô/bar atrás do outro, lotados por um público jovem e descolado, basicamente apenas locais - não espere aquela multidão turística!😃 Paris comme il faut!💙❤️ . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy  #anaintowinedestination  #anaintowinefrance  #anaintowineparis  #france  #paris  #14eme  #vinrosé  #roséwine 
Desafio do Mercado🍷: MANDURINUS, Primitivo di Manduria 🇮🇹
.
Vasculhando as prateleiras do Zona Sul hoje, encontrei este Primitivo di Manduria, 🍷italiano despretensioso vindo direto do salto da bota, com um precinho ótimo!👌🏼
Encorpado e bastante frutado, aromas de geleia de amora, baunilha e pimenta moída, e taninos marcados. Combinou muito bem com um queijinho Old Dutch que estava dando sopa por aqui! Boa relação qualidade x preço!
.
🍷MANDURINUS - 2016, Primitivo di Manduria DOP,  Itália 🇮🇹
🍇Primitivo (Zinfandel)
Vivino: 3,7 (151)
💸R$49,95 (no Zona Sul)
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #anaintowinechallenge
Desafio do Mercado🍷: MANDURINUS, Primitivo di Manduria 🇮🇹 . Vasculhando as prateleiras do Zona Sul hoje, encontrei este Primitivo di Manduria, 🍷italiano despretensioso vindo direto do salto da bota, com um precinho ótimo!👌🏼 Encorpado e bastante frutado, aromas de geleia de amora, baunilha e pimenta moída, e taninos marcados. Combinou muito bem com um queijinho Old Dutch que estava dando sopa por aqui! Boa relação qualidade x preço! . 🍷MANDURINUS - 2016, Primitivo di Manduria DOP, Itália 🇮🇹 🍇Primitivo (Zinfandel) Vivino: 3,7 (151) 💸R$49,95 (no Zona Sul) . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy  #anaintowinechallenge 
Os Essenciais🍷: DOSADOR
.
Ok, ok, não é assim um essencial suuuper essencial... 😂 Mas eu achei bem legal e resolvi compartilhar! Seja para servir apenas a dose suficiente de cada vinho em uma sessão de degustações (ou numa noite do seu clube do vinho), seja para dividir irmãmente aquela garrafa de 🍷 especial entre muitos amigos, sem deixar ninguém se sentindo injustiçado, adote um DOSADOR! O acessório é comum em bares, para medir os shots e doses de destilados em drinks, mas não é que funciona muito bem pros eventos dos #winelovers?
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #anaintowineessentials
Os Essenciais🍷: DOSADOR . Ok, ok, não é assim um essencial suuuper essencial... 😂 Mas eu achei bem legal e resolvi compartilhar! Seja para servir apenas a dose suficiente de cada vinho em uma sessão de degustações (ou numa noite do seu clube do vinho), seja para dividir irmãmente aquela garrafa de 🍷 especial entre muitos amigos, sem deixar ninguém se sentindo injustiçado, adote um DOSADOR! O acessório é comum em bares, para medir os shots e doses de destilados em drinks, mas não é que funciona muito bem pros eventos dos #winelovers ? . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy  #anaintowineessentials 
🍷WSET – Qualificação em vinhos
.
Ficaram curiosos com a quantidade de garrafas que apareceram nos meus stories dos últimos dias? Não, não bebi tudo aquilo!😬 Mas degustei! É que estava passando pela “Qualificação de Nível 2 em Vinhos e Espirituosos WSET” (WSET-2).
.
Para quem não conhece, a Wine & Spirit Education Trust (WSET) é uma instituição com sede em Londres, que é a maior provedora mundial de qualificações em vinhos, destilados e saquês. O formato de treinamento da WSET é sequencial, dividido em 4 módulos, com duração (dias de aula) e complexidade crescentes. Ao final de cada módulo, os alunos passam por uma prova para obter a certificação do nível correspondente. O WSET-2, p.ex., é a segunda etapa da qualificação. O legal é que não é um curso direcionado apenas aos profissionais do setor, permitindo que qualquer entusiasta se inscreva, estude e faça os módulos! Super recomendo!
.
Foi um período intenso de preparação (o material didático tem que ser estudo antes), aulas de dias inteiros, infinitas degustações – 47 vinhos🍷 e 3 destilados🥃 (calma, gente, tinha o baldinho para cuspir!🤤), e uma prova super detalhista... A nota (e o certificado) vem em um mês, mas o resultado imediato foi o seguinte: instrutor que já foi melhor⭐️ Sommelier do Brasil algumas vezes (@giannitartari), turma super bacana e integrada👌🏼, informação que não acaba mais📚, e a ansiedade para começar logo o WSET-3! Torçam aí por mim!!🤞🏼
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #thewineschoolbrasil #giannitartari #wset #wset2
🍷WSET – Qualificação em vinhos . Ficaram curiosos com a quantidade de garrafas que apareceram nos meus stories dos últimos dias? Não, não bebi tudo aquilo!😬 Mas degustei! É que estava passando pela “Qualificação de Nível 2 em Vinhos e Espirituosos WSET” (WSET-2). . Para quem não conhece, a Wine & Spirit Education Trust (WSET) é uma instituição com sede em Londres, que é a maior provedora mundial de qualificações em vinhos, destilados e saquês. O formato de treinamento da WSET é sequencial, dividido em 4 módulos, com duração (dias de aula) e complexidade crescentes. Ao final de cada módulo, os alunos passam por uma prova para obter a certificação do nível correspondente. O WSET-2, p.ex., é a segunda etapa da qualificação. O legal é que não é um curso direcionado apenas aos profissionais do setor, permitindo que qualquer entusiasta se inscreva, estude e faça os módulos! Super recomendo! . Foi um período intenso de preparação (o material didático tem que ser estudo antes), aulas de dias inteiros, infinitas degustações – 47 vinhos🍷 e 3 destilados🥃 (calma, gente, tinha o baldinho para cuspir!🤤), e uma prova super detalhista... A nota (e o certificado) vem em um mês, mas o resultado imediato foi o seguinte: instrutor que já foi melhor⭐️ Sommelier do Brasil algumas vezes (@giannitartari), turma super bacana e integrada👌🏼, informação que não acaba mais📚, e a ansiedade para começar logo o WSET-3! Torçam aí por mim!!🤞🏼 . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy  #thewineschoolbrasil  #giannitartari  #wset  #wset2 
🍷Château Troplong Mondot (Saint-Émilion, Bordeaux, França🇫🇷)
.
Não é um #tbt qualquer... tem gostinho de contagem regressiva!😬
Falta pouco, Bordeaux!❤️💙
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #anaintowinedestination #anaintowinebordeaux #anaintowinefrance #bordeaux #bordeauxwine
Os Essenciais🍷: AROMAS
.
Já se perguntou de onde vêm aqueles aromas de🍍/🍓/🍏/🍋/🍑/🍒/🍌/🥥/🍃/🍄/🌹/🌶/🥩/🍞/🍰/🍫/🌰/🍯/☕️/baunilha/etc... que a gente sente nos vinhos?
.
Não, ninguém adicionou frutas, flores, especiarias, aromatizantes, ou nada assim, na bebida. Para produzir 🍷 se utiliza apenas uma matéria prima: isso mesmo, uva! Acontece que as 🍇, assim como qualquer coisa da natureza, têm inúmeros compostos químicos, e muitas vezes algumas dessas moléculas coincidem com aquelas presentes em outros produtos. Além disso, o processo de elaboração do vinho tem etapas (fermentação, eventual interação com a madeira de barricas, contato com oxigênio – geralmente muito pequeno) que provocam reações químicas nas uvas e seu suco (o mosto), desconstruindo moléculas originais e as reconstruindo sob novas formas, que também podem coincidir com substâncias existentes em matérias diversas. Daí surgirem aromas de outras frutas, temperos, vegetais, doces, defumados, minerais, e por aí vai...
.
Pra terminar, sem entrar muito no discurso “enochato” (mas já entrando), é legal saber que os aromas do 🍷 podem ser primários (ou varietais, que são aqueles típicos do tipo de uva e do “terroir” em que foi cultivada), secundários (ou fermentativos, que são os gerados nas etapas de fermentação), e terciários (o famoso “bouquet”💐, que decorre do estágio em barrica de madeira e/ou na garrafa).
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #anaintowineessentials #winearomas
Os Essenciais🍷: AROMAS . Já se perguntou de onde vêm aqueles aromas de🍍/🍓/🍏/🍋/🍑/🍒/🍌/🥥/🍃/🍄/🌹/🌶/🥩/🍞/🍰/🍫/🌰/🍯/☕️/baunilha/etc... que a gente sente nos vinhos? . Não, ninguém adicionou frutas, flores, especiarias, aromatizantes, ou nada assim, na bebida. Para produzir 🍷 se utiliza apenas uma matéria prima: isso mesmo, uva! Acontece que as 🍇, assim como qualquer coisa da natureza, têm inúmeros compostos químicos, e muitas vezes algumas dessas moléculas coincidem com aquelas presentes em outros produtos. Além disso, o processo de elaboração do vinho tem etapas (fermentação, eventual interação com a madeira de barricas, contato com oxigênio – geralmente muito pequeno) que provocam reações químicas nas uvas e seu suco (o mosto), desconstruindo moléculas originais e as reconstruindo sob novas formas, que também podem coincidir com substâncias existentes em matérias diversas. Daí surgirem aromas de outras frutas, temperos, vegetais, doces, defumados, minerais, e por aí vai... . Pra terminar, sem entrar muito no discurso “enochato” (mas já entrando), é legal saber que os aromas do 🍷 podem ser primários (ou varietais, que são aqueles típicos do tipo de uva e do “terroir” em que foi cultivada), secundários (ou fermentativos, que são os gerados nas etapas de fermentação), e terciários (o famoso “bouquet”💐, que decorre do estágio em barrica de madeira e/ou na garrafa). . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy  #anaintowineessentials  #winearomas 
Fim de semana + onde beber🍷: CAVE NACIONAL (Rio de Janeiro, Brasil)
.
O charmoso restobar, especializado em vinhos brasileiros🇧🇷, é um sucesso em Botafogo, Rio de Janeiro, e pedida perfeita pro fim de semana! (e pra durante a semana também...😬)
.
Alguém poderia perguntar: mas só vinho nacional, gente?🤔 Isso mesmo! E para deixar o preconceito bobo de lado, vale lembrar que a seleção da casa, repleta dos melhores exemplares da produção vinícola brasuca, ja foi eleita a “Melhor Carta de Vinhos Brasileiros” em todo o país, pelo Guia Prazeres da Mesa 2018! 🔝
.
Além da irresistível adega, uma salinha onde o sommelier lhe ajuda a escolher diretamente das prateleiras os🍷🍷 da noite (e onde você pode fazer hora até a mesa estar pronta, degustando seu eleito ali mesmo), a Cave ainda promove eventos bacanas, como noites de jazz, de pintura etílica (“Pintando e Bebericando”, aí das fotos👆🏼), sem falar na terça, que dia de ostras! Fiquem de olho na programação!
.
Info: @cavenacional
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #anaintowineweekend #anaintowinewheretodrink #cavenacional #vinhonacional #vinhobrasileiro
Fim de semana + onde beber🍷: CAVE NACIONAL (Rio de Janeiro, Brasil) . O charmoso restobar, especializado em vinhos brasileiros🇧🇷, é um sucesso em Botafogo, Rio de Janeiro, e pedida perfeita pro fim de semana! (e pra durante a semana também...😬) . Alguém poderia perguntar: mas só vinho nacional, gente?🤔 Isso mesmo! E para deixar o preconceito bobo de lado, vale lembrar que a seleção da casa, repleta dos melhores exemplares da produção vinícola brasuca, ja foi eleita a “Melhor Carta de Vinhos Brasileiros” em todo o país, pelo Guia Prazeres da Mesa 2018! 🔝 . Além da irresistível adega, uma salinha onde o sommelier lhe ajuda a escolher diretamente das prateleiras os🍷🍷 da noite (e onde você pode fazer hora até a mesa estar pronta, degustando seu eleito ali mesmo), a Cave ainda promove eventos bacanas, como noites de jazz, de pintura etílica (“Pintando e Bebericando”, aí das fotos👆🏼), sem falar na terça, que dia de ostras! Fiquem de olho na programação! . Info: @cavenacional . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy  #anaintowineweekend  #anaintowinewheretodrink  #cavenacional  #vinhonacional  #vinhobrasileiro 
Produtor da semana🍇🍷: CASA VALDUGA (Vale dos Vinhedos, Rio Grande do Sul, Brasil🇧🇷)
.
Aproveitando a ilustre presença na adega de dois 🔝 espumantes nacionais🥂🇧🇷 da mesma casa, o produtor da semana não poderia ser outro... basta dizer que, se o Brasil entrou no radar internacional do vinho graças ao sucesso de suas borbulhas🍾, a Casa Valduga foi uma das grandes responsáveis por isso!
.
Conduzida pela quarta geração de uma família com longa tradição vitivinícola no país (vindos do norte da Itália há mais de 140 anos, os Valduga se estabeleceram na Serra Gaúcha, e também deram origem à vinícola Dom Cândido), a Casa Valduga, com sede no Vale dos Vinhedos, produz vinhos tranquilos e espumantes ousados (como o Sur Lie aí da foto), principalmente pelo método tradicional (o mesmo de Champagne). E foi com seus espumantes que a vinícola conquistou incontáveis prêmios (dá uma olhada no site dela) e o reconhecimento internacional, colocando os 🥂 brasileiros entre os melhores do mundo!
.
Se alguém aí ainda não se aventurou pelos vinhos nacionais, não pensa duas vezes e abre um 🍾 Valduga! Vai virar fã, assim como eu!🙋🏻‍♀️
.
@casavalduga
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #anaintowinewineries #casavalduga #valedosvinhedos #anaintowinebrazil
Produtor da semana🍇🍷: CASA VALDUGA (Vale dos Vinhedos, Rio Grande do Sul, Brasil🇧🇷) . Aproveitando a ilustre presença na adega de dois 🔝 espumantes nacionais🥂🇧🇷 da mesma casa, o produtor da semana não poderia ser outro... basta dizer que, se o Brasil entrou no radar internacional do vinho graças ao sucesso de suas borbulhas🍾, a Casa Valduga foi uma das grandes responsáveis por isso! . Conduzida pela quarta geração de uma família com longa tradição vitivinícola no país (vindos do norte da Itália há mais de 140 anos, os Valduga se estabeleceram na Serra Gaúcha, e também deram origem à vinícola Dom Cândido), a Casa Valduga, com sede no Vale dos Vinhedos, produz vinhos tranquilos e espumantes ousados (como o Sur Lie aí da foto), principalmente pelo método tradicional (o mesmo de Champagne). E foi com seus espumantes que a vinícola conquistou incontáveis prêmios (dá uma olhada no site dela) e o reconhecimento internacional, colocando os 🥂 brasileiros entre os melhores do mundo! . Se alguém aí ainda não se aventurou pelos vinhos nacionais, não pensa duas vezes e abre um 🍾 Valduga! Vai virar fã, assim como eu!🙋🏻‍♀️ . @casavalduga . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy  #anaintowinewineries  #casavalduga  #valedosvinhedos  #anaintowinebrazil 
Destino✈️🍷: CASA EL ENEMIGO (Mendoza, Argentina🇦🇷)
.
Em homenagem aos #winefriends que estarão em Mendoza neste feriado de Independência, o #tbt de hoje é da Casa El Enemigo (Bodega AleAnna), projeto pessoal de Alejandro Vigil, o popstar⭐️ enólogo da Catena Zapata, juntamente com Adrianna Catena.
.
A Casa El Enemigo é um dos lugares mais interessantes😍 do roteiro vinícola de Mendoza! A pequena bodega, que adota técnicas de sustentabilidade e produção orgânica🍇, além de ter vinhos premiadíssimos🏅, foi instalada no local que já era a casa do enólogo, e parece saída de seus sonhos mais inusitados. Não é para menos, já que o projeto foi inspirado na Divina Commedia, de Dante Alighieri!
.
Aos visitantes são oferecidos o tour pelas instalações (ovos de concreto para fermentação espalhados pela propriedade, cave com música ambiente para “agradar” os 🍷🍷, obras de arte por toda parte...) e um almoço harmonizado excepcional👌🏼 no restaurante da Casa (sem dúvidas, a melhor refeição que tivemos na viagem!!). De quebra, você ainda pode ter a sorte🍀de bater um papo com Alejandro, que está sempre dando seus bordejos por ali!
.
Info: www.enemigowines.com
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #anaintowinemendoza #anaintowineargentina #casaelenemigo #alejandrovigil #mendoza
Destino✈️🍷: CASA EL ENEMIGO (Mendoza, Argentina🇦🇷) . Em homenagem aos #winefriends  que estarão em Mendoza neste feriado de Independência, o #tbt  de hoje é da Casa El Enemigo (Bodega AleAnna), projeto pessoal de Alejandro Vigil, o popstar⭐️ enólogo da Catena Zapata, juntamente com Adrianna Catena. . A Casa El Enemigo é um dos lugares mais interessantes😍 do roteiro vinícola de Mendoza! A pequena bodega, que adota técnicas de sustentabilidade e produção orgânica🍇, além de ter vinhos premiadíssimos🏅, foi instalada no local que já era a casa do enólogo, e parece saída de seus sonhos mais inusitados. Não é para menos, já que o projeto foi inspirado na Divina Commedia, de Dante Alighieri! . Aos visitantes são oferecidos o tour pelas instalações (ovos de concreto para fermentação espalhados pela propriedade, cave com música ambiente para “agradar” os 🍷🍷, obras de arte por toda parte...) e um almoço harmonizado excepcional👌🏼 no restaurante da Casa (sem dúvidas, a melhor refeição que tivemos na viagem!!). De quebra, você ainda pode ter a sorte🍀de bater um papo com Alejandro, que está sempre dando seus bordejos por ali! . Info: www.enemigowines.com . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy  #anaintowinemendoza  #anaintowineargentina  #casaelenemigo  #alejandrovigil  #mendoza 
Os Essenciais🍷: Rótulos (parte 2)
.
Além do básico do básico para compreender um rótulo (falamos nisso no post de 7 de agosto), outras informações ajudam a escolher o 🍷:
.
👉🏻Teor alcoólico: geralmente vai de 7,5% a 20% (ex: Porto), mas a maioria fica entre 12,5% e 14,5%. Preste atenção nisso para não passar do ponto...😉
.
👉🏻Açúcar: nível de açúcar residual (sobra da fermentação das uvas) ou adicionado na vinificação (ex: dosagem final dos espumantes).
🍷não espumante: seco (a maioria), meio seco, meio doce, suave e doce – do menor para o maior teor de açúcar;
🥂espumante: nature (ou brut zero, pas dosé, brut sauvage), extra brut, brut, extra sec, sec (seco), demi-sec (semiseco, meio seco), ou doux.
.
👉🏻Reserva, gran reserva: tempo mínimo de amadurecimento/envelhecimento antes da venda (cada região tem uma legislação). Tendem a ser 🍷 de melhor qualidade.
.
👉🏻Oaked: 🍷 passou em madeira, que tende a aportar complexidade. Aparecem também “barrel-fermented” (fermentação de brancos em recipiente de madeira), “barrel-aged” (amadurecimento em recipiente de madeira) e “unoaked” (🍷 sem contato com madeira).
.
👉🏻Vinhas velhas, old vines, vieilles vignes, viñas viejas: indicam qualidade, pois vinhas mais antigas tendem a produzir uvas melhores.
.
👉🏻Parcela/lote única(o), single vineyard e afins: elaborado com 🍇 provenientes de um único vinhedo ou lote. Técnica muito usada em 🍷 de alta qualidade.
.
👉🏻Colheita manual, hand-harvested e equivalentes: novamente, quanto melhor a seleção das 🍇, maior tende a ser a qualidade do 🍷.
.
👉🏻Colheita tardia, late harvest, vendange tardive, cosecha tardia: 🍇 colhidas sobremaduras, concentram mais açúcar, 🍷mais doces.
.
👉🏻E sempre dê uma olhada no contrarrótulo! Especialmente em 🍷 do Novo Mundo, costumam ter muitas informações interessantes e até mesmo dicas de como servir e harmonizar.
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #anaintowineessentials
Os Essenciais🍷: Rótulos (parte 2) . Além do básico do básico para compreender um rótulo (falamos nisso no post de 7 de agosto), outras informações ajudam a escolher o 🍷: . 👉🏻Teor alcoólico: geralmente vai de 7,5% a 20% (ex: Porto), mas a maioria fica entre 12,5% e 14,5%. Preste atenção nisso para não passar do ponto...😉 . 👉🏻Açúcar: nível de açúcar residual (sobra da fermentação das uvas) ou adicionado na vinificação (ex: dosagem final dos espumantes). 🍷não espumante: seco (a maioria), meio seco, meio doce, suave e doce – do menor para o maior teor de açúcar; 🥂espumante: nature (ou brut zero, pas dosé, brut sauvage), extra brut, brut, extra sec, sec (seco), demi-sec (semiseco, meio seco), ou doux. . 👉🏻Reserva, gran reserva: tempo mínimo de amadurecimento/envelhecimento antes da venda (cada região tem uma legislação). Tendem a ser 🍷 de melhor qualidade. . 👉🏻Oaked: 🍷 passou em madeira, que tende a aportar complexidade. Aparecem também “barrel-fermented” (fermentação de brancos em recipiente de madeira), “barrel-aged” (amadurecimento em recipiente de madeira) e “unoaked” (🍷 sem contato com madeira). . 👉🏻Vinhas velhas, old vines, vieilles vignes, viñas viejas: indicam qualidade, pois vinhas mais antigas tendem a produzir uvas melhores. . 👉🏻Parcela/lote única(o), single vineyard e afins: elaborado com 🍇 provenientes de um único vinhedo ou lote. Técnica muito usada em 🍷 de alta qualidade. . 👉🏻Colheita manual, hand-harvested e equivalentes: novamente, quanto melhor a seleção das 🍇, maior tende a ser a qualidade do 🍷. . 👉🏻Colheita tardia, late harvest, vendange tardive, cosecha tardia: 🍇 colhidas sobremaduras, concentram mais açúcar, 🍷mais doces. . 👉🏻E sempre dê uma olhada no contrarrótulo! Especialmente em 🍷 do Novo Mundo, costumam ter muitas informações interessantes e até mesmo dicas de como servir e harmonizar. . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy  #anaintowineessentials 
Explorando os BORDEAUX🍷🇫🇷
.
Que eu sou fã🤩 dos vinhos de Bordeaux, todos já sabem, né! A gente lê, pesquisa, visita, degusta, mas sempre tem um monte de coisas legais por descobrir. Foi o que aconteceu no excelente curso que rolou nas últimas 2 terças na ABS-RIO, conduzido por Joseph Morgan, nosso Bordeaux Wine Educator, certificado pela École du Vin de Bordeaux.
.
Foi tanta informação interessante que um post só não bastaria. Então, vamos com o que é mais prático para nós, #Bordeauxlovers de plantão, degustarmos nossa paixão🍷!
.
Trocando em miúdos, a região de Bordeaux tem a maior área de vinhedos🍇 em AOCs (denominações de origem protegida) da França, e se você acha que seus 🍷 se resumem aos tintos potentes (falamos no post de 21/06: #anaintowinebordeaux) e aos brancos doces de Sauternes, está redondamente enganado! As 65 AOCs de Bordeaux (isso mesmo, 65!) podem ser agrupadas em 6 grandes famílias, em ordem crescente de qualidade (guarde essa informação para suas futuras compras):
.
👉🏻Brancos secos;
🍷Château Rauzan-Despagne Réserve Blanc 2014, AOC Bordeaux (3,5 Vivino).
.
👉🏻Bordeaux e Bordeaux Supérieur: tintos e rosés para o dia a dia;
.
👉🏻Côtes de Bordeaux: vinhos de altitude, tintos (prevalece a Merlot) e brancos;
🍷Château D’Aiguilhe 2008, AOC Castillon Côtes de Bordeaux (3,7).
.
👉🏻Saint-Émilion, Pomerol & Fronsac: tintos com predomínio da Merlot (corte com Cabernet Franc, Sauvignon e outras) e bom potencial de guarda;
🍷Château Fonroque 2010, AOC Saint-Émilion Grand Cru (4,1)
🍷Château La Croix de Gay 2010, AOC Pomerol (4,1)
.
👉🏻Médoc & Graves: tintos com predomínio da Cabernet Sauvignon (corte com Merlot e outras) e elevado potencial de guarda;
🍷Château Larrivet Haut-Brion 2008, AOC Pessac-Léognan (4,0)
🍷Château Prieuré-Lichine 2010, AOC Margaux (4,1)
🍷Château Léoville-Barton 2011, AOC Saint-Julien (4,1)
.
👉🏻Brancos doces: se gosta de Sauternes, experimente também as outras AOCs de mesmo estilo;
🍷Carmes de Rieussec 2010, AOC Sauternes (4,0).
.
Nos Stories, comentários mais detalhados de cada uma dessas famílias!
.
#anaintowine #winelover #vinho #wine #vin #vino #instawine #winetime #bordeaux #anaintowinebordeaux
Explorando os BORDEAUX🍷🇫🇷 . Que eu sou fã🤩 dos vinhos de Bordeaux, todos já sabem, né! A gente lê, pesquisa, visita, degusta, mas sempre tem um monte de coisas legais por descobrir. Foi o que aconteceu no excelente curso que rolou nas últimas 2 terças na ABS-RIO, conduzido por Joseph Morgan, nosso Bordeaux Wine Educator, certificado pela École du Vin de Bordeaux. . Foi tanta informação interessante que um post só não bastaria. Então, vamos com o que é mais prático para nós, #Bordeauxlovers  de plantão, degustarmos nossa paixão🍷! . Trocando em miúdos, a região de Bordeaux tem a maior área de vinhedos🍇 em AOCs (denominações de origem protegida) da França, e se você acha que seus 🍷 se resumem aos tintos potentes (falamos no post de 21/06: #anaintowinebordeaux ) e aos brancos doces de Sauternes, está redondamente enganado! As 65 AOCs de Bordeaux (isso mesmo, 65!) podem ser agrupadas em 6 grandes famílias, em ordem crescente de qualidade (guarde essa informação para suas futuras compras): . 👉🏻Brancos secos; 🍷Château Rauzan-Despagne Réserve Blanc 2014, AOC Bordeaux (3,5 Vivino). . 👉🏻Bordeaux e Bordeaux Supérieur: tintos e rosés para o dia a dia; . 👉🏻Côtes de Bordeaux: vinhos de altitude, tintos (prevalece a Merlot) e brancos; 🍷Château D’Aiguilhe 2008, AOC Castillon Côtes de Bordeaux (3,7). . 👉🏻Saint-Émilion, Pomerol & Fronsac: tintos com predomínio da Merlot (corte com Cabernet Franc, Sauvignon e outras) e bom potencial de guarda; 🍷Château Fonroque 2010, AOC Saint-Émilion Grand Cru (4,1) 🍷Château La Croix de Gay 2010, AOC Pomerol (4,1) . 👉🏻Médoc & Graves: tintos com predomínio da Cabernet Sauvignon (corte com Merlot e outras) e elevado potencial de guarda; 🍷Château Larrivet Haut-Brion 2008, AOC Pessac-Léognan (4,0) 🍷Château Prieuré-Lichine 2010, AOC Margaux (4,1) 🍷Château Léoville-Barton 2011, AOC Saint-Julien (4,1) . 👉🏻Brancos doces: se gosta de Sauternes, experimente também as outras AOCs de mesmo estilo; 🍷Carmes de Rieussec 2010, AOC Sauternes (4,0). . Nos Stories, comentários mais detalhados de cada uma dessas famílias! . #anaintowine  #winelover  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winetime  #bordeaux  #anaintowinebordeaux 
Dica de leitura📚🍷: O FANTÁSTICO MUNDO DOS VINHOS
.
Sabe aqueles livros de crônicas gostosos de ler, que a gente pega no embalo, rapidinho acaba e fica com gosto de “quero mais”? Então pensa num livro desses sobre... vinhos!😬
.
É exatamente o caso de “O fantástico mundo dos vinhos - 112 histórias, curiosidades e informações”, de Euclides Penedo Borges. Dono de vinícola (em Mendoza), instrutor da ABS-Rio e autor de diversos livros de perfil mais técnico (como o “ABC ilustrado da vinha e do vinho” e “Harmonização - o livro definitivo do casamento do vinho com a comida”), Euclides conta em pequenas crônicas, com pitadas de seu refinado humor, casos e “causos” do universo do vinho. Dá uma olhada no índice pra ter uma ideia de porque é difícil parar de ler!
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #anaintowinereading #absrio
Dica de leitura📚🍷: O FANTÁSTICO MUNDO DOS VINHOS . Sabe aqueles livros de crônicas gostosos de ler, que a gente pega no embalo, rapidinho acaba e fica com gosto de “quero mais”? Então pensa num livro desses sobre... vinhos!😬 . É exatamente o caso de “O fantástico mundo dos vinhos - 112 histórias, curiosidades e informações”, de Euclides Penedo Borges. Dono de vinícola (em Mendoza), instrutor da ABS-Rio e autor de diversos livros de perfil mais técnico (como o “ABC ilustrado da vinha e do vinho” e “Harmonização - o livro definitivo do casamento do vinho com a comida”), Euclides conta em pequenas crônicas, com pitadas de seu refinado humor, casos e “causos” do universo do vinho. Dá uma olhada no índice pra ter uma ideia de porque é difícil parar de ler! . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy  #anaintowinereading  #absrio 
PRODUTOR da semana🍇🍷: VIÑA COBOS - Luján de Cuyo, Mendoza, Argentina🇦🇷
.
Este mês o clube do vinho recebeu a 🍇Malbec, e o vencedor unânime foi um 🍷Bramare, da Viña Cobos.
.
A Cobos é o projeto “hermano” do aclamado enólogo americano Paul Hobbs, que debutou na Robert Mondavi e depois fez parte do time inicial da lendária Opus One, ambas de Napa Valley. Com incursões na Califórnia🇺🇸 (Paul Hobbs Winery e CrossBarn), França🇫🇷 (Crocus) e Armênia🇦🇲 (Yacoubian-Hobbs), a aventura de Hobbs na Argentina🇦🇷 começou em 1988, explorando terroirs em Mendoza e fincando os pés em Luján de Cuyo e Valle de Uco.
.
A visão de Hobbs era clara: elevar a Malbec a padrões de qualidade que ainda não se via. A partir do cultivo sustentável🌱, manejo cuidadoso dos vinhedos e controle de rendimentos🍇, vinificação por parcelas e mínima intervenção (inclusive sem filtração), o resultado são vinhos naturais potentes, concentrados e bem estruturados, bastante frutados, mas bem equilibrados pela madeira (francesa e americana).
.
Os top de gama são os Cobos, seguidos dos Bramare, do Cocodrilo (único 🍷de corte, estilo bordalês) e dos Felino. O foco é, sem dúvida, a Malbec, com poucos rótulos de Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Chardonnay.
.
A primeira safra saiu em 1999, com o Cobos Malbec, e desde então os 🍷 da vinícola vêm cumprindo👌🏼 o objetivo do fundador, entrando ano após ano nas listas dos melhores da Argentina segundo os críticos especializados. Já tendo provado os Felino Malbec e Chardonnay, e agora o Bramare, só posso dizer: os críticos estão cobertos de razão!😉
.
@vina.cobos
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #vinacobos #cobos #bramare #anaintowinewineries #anaintowinemendoza #anaintowineargentina #mendoza #argentina
PRODUTOR da semana🍇🍷: VIÑA COBOS - Luján de Cuyo, Mendoza, Argentina🇦🇷 . Este mês o clube do vinho recebeu a 🍇Malbec, e o vencedor unânime foi um 🍷Bramare, da Viña Cobos. . A Cobos é o projeto “hermano” do aclamado enólogo americano Paul Hobbs, que debutou na Robert Mondavi e depois fez parte do time inicial da lendária Opus One, ambas de Napa Valley. Com incursões na Califórnia🇺🇸 (Paul Hobbs Winery e CrossBarn), França🇫🇷 (Crocus) e Armênia🇦🇲 (Yacoubian-Hobbs), a aventura de Hobbs na Argentina🇦🇷 começou em 1988, explorando terroirs em Mendoza e fincando os pés em Luján de Cuyo e Valle de Uco. . A visão de Hobbs era clara: elevar a Malbec a padrões de qualidade que ainda não se via. A partir do cultivo sustentável🌱, manejo cuidadoso dos vinhedos e controle de rendimentos🍇, vinificação por parcelas e mínima intervenção (inclusive sem filtração), o resultado são vinhos naturais potentes, concentrados e bem estruturados, bastante frutados, mas bem equilibrados pela madeira (francesa e americana). . Os top de gama são os Cobos, seguidos dos Bramare, do Cocodrilo (único 🍷de corte, estilo bordalês) e dos Felino. O foco é, sem dúvida, a Malbec, com poucos rótulos de Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Chardonnay. . A primeira safra saiu em 1999, com o Cobos Malbec, e desde então os 🍷 da vinícola vêm cumprindo👌🏼 o objetivo do fundador, entrando ano após ano nas listas dos melhores da Argentina segundo os críticos especializados. Já tendo provado os Felino Malbec e Chardonnay, e agora o Bramare, só posso dizer: os críticos estão cobertos de razão!😉 . @vina.cobos . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy  #vinacobos  #cobos  #bramare  #anaintowinewineries  #anaintowinemendoza  #anaintowineargentina  #mendoza  #argentina 
Os Essenciais🍷: GARRAFA🍾
.
👉🏻O tamanho padrão de uma garrafa de vinho é 750ml. E por que não 1 litro?🤔 Há muitas teorias. A que mais gosto (sim, sou tendenciosa😌) diz que, na época em que os vinhos de Bordeaux eram comercializados para a Inglaterra, iam na própria barrica, que já tinha 225 litros. Para engarrafar em número “redondo”, convencionou-se dividir o produto em 300 garrafas, logo, 750ml...
.
👉🏻Uma garrafa dá 5 taças🍷 de 150ml, que é a dose-padrão. Guarde esse número para quando for receber os amigos e precisar calcular a bebida!😉
.
👉🏻A maioria das garrafas é verde para evitar que a incidência de luz acelere o envelhecimento do vinho. Se a garrafa for transparente (como em alguns brancos e nos rosés), sinal de que o vinho deve ser consumido logo, não se trata de vinho de guarda.
.
👉🏻Por que o fundo da garrafa é côncavo? Aqui também há vááárias teorias: (1) começou com os Champagnes, para a garrafa aguentar melhor a pressão do gás; (2) facilita empilhar em engradados e conteiners, na hora do transporte; (3) é para colocar o polegar e servir com elegância (não tente fazer isso em casa com uma garrafa molhada😬); (4) vem da antiguidade, quando as garrafas eram artesanais, e o fundo que ficava abaulado no processo de sopro precisava ser empurrado pra dentro, pra garrafa ficar em pé; e por aí vai...
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy #anaintowineessentials #vinhonacional #vinhobrasileiro
Os Essenciais🍷: GARRAFA🍾 . 👉🏻O tamanho padrão de uma garrafa de vinho é 750ml. E por que não 1 litro?🤔 Há muitas teorias. A que mais gosto (sim, sou tendenciosa😌) diz que, na época em que os vinhos de Bordeaux eram comercializados para a Inglaterra, iam na própria barrica, que já tinha 225 litros. Para engarrafar em número “redondo”, convencionou-se dividir o produto em 300 garrafas, logo, 750ml... . 👉🏻Uma garrafa dá 5 taças🍷 de 150ml, que é a dose-padrão. Guarde esse número para quando for receber os amigos e precisar calcular a bebida!😉 . 👉🏻A maioria das garrafas é verde para evitar que a incidência de luz acelere o envelhecimento do vinho. Se a garrafa for transparente (como em alguns brancos e nos rosés), sinal de que o vinho deve ser consumido logo, não se trata de vinho de guarda. . 👉🏻Por que o fundo da garrafa é côncavo? Aqui também há vááárias teorias: (1) começou com os Champagnes, para a garrafa aguentar melhor a pressão do gás; (2) facilita empilhar em engradados e conteiners, na hora do transporte; (3) é para colocar o polegar e servir com elegância (não tente fazer isso em casa com uma garrafa molhada😬); (4) vem da antiguidade, quando as garrafas eram artesanais, e o fundo que ficava abaulado no processo de sopro precisava ser empurrado pra dentro, pra garrafa ficar em pé; e por aí vai... . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy  #anaintowineessentials  #vinhonacional  #vinhobrasileiro 
Clube do Vinho🍷: MALBEC
.
A prova de que terroir é tudo! A degustação dos Malbec teve 3 representantes da Argentina🇦🇷, país onde a casta despontou para o sucesso, e 1 da França🇫🇷, da região de Cahors, origem da Malbec (ou Cot, ou Auxerrois). E nosso francês não foi escolhido à toa... o Crocus é criação do enólogo americano Paul Hobbs, à frente também da Viña Cobos, responsável pelo Bramare, que prometia ser a ⭐️ da noite! E para surpresa geral... os vinhos não tinham absolutamente nada a ver, o que se refletiu na classificação. Com a mesma 🍇 e o mesmo enólogo, só a diferença de terroirs explica! E constatamos na prática que a Argentina é realmente a casa da Malbec! Vamos ao ranking:
.
🥇BRAMARE - Malbec, Luján de Cuyo, 2014, Viña Cobos, Mendoza, Argentina🇦🇷
🍷Vivino: 4,4 (2.596)
💸R$330 - Grand Cru (Rio)
👉🏻Não é nem o primeiro rótulo da Cobos, mas já foi espetacular! Aromas intensos antes mesmo de girar o vinho na taça, delicioso final de boca remetendo a pimenta moída. Foi aerado por mais de 1h. Tão equilibrado que os 15,2% de álcool nem destoaram. A complexidade em forma de vinho!
.
🥈RUTINI - Malbec, 2015, Rutini Wines, Mendoza, Argentina🇦🇷
🍷4,3 (1.523)
💸R$87 (convertidos) - Campana, Argentina
👉🏻Até a chegada do Bramare, reinou absoluto na noite! Bastante intenso no nariz (os aromas de coco loso entregaram a passagem por madeira americana). Excelente relação qualidade x preço!
.
🥉COLOMÉ AUTÉNTICO - Malbec, 2017, Bodega Colomé, Salta, Argentina🇦🇷
🍷4,2 (15)
💸USD29 - free shop (Buenos Aires)
👉🏻Bem diferente dos de Mendoza. Orgânico, produzido com mínima intervenção, e sem passagem em madeira. Cor púrpura intensa muito bonita. Bom equilíbrio, nem parece ter 14,5% de álcool.
.
🏅CROCUS L’ATELIER - Malbec, 2012, Paul Bertrand, Cahors, França🇫🇷
🍷3,8 (224)
💸R$203 - Mistral (Rio)
👉🏻Mineralidade no nariz e na boca. Na avaliação olfativa deu um nó, até manteiga de cacau apareceu. Nossa opinião? Ficamos com os hermanos!😉
.
#anaintowine #winelover #winetasting #vinho #wine #vin #vino #instawine #winetherapy #anaintowineclub #mendoza #cahors #anaintowinemendoza #anaintowineargentina #anaintowinefrance #cobos #vinacobos #rutini #colome #crocus
Clube do Vinho🍷: MALBEC . A prova de que terroir é tudo! A degustação dos Malbec teve 3 representantes da Argentina🇦🇷, país onde a casta despontou para o sucesso, e 1 da França🇫🇷, da região de Cahors, origem da Malbec (ou Cot, ou Auxerrois). E nosso francês não foi escolhido à toa... o Crocus é criação do enólogo americano Paul Hobbs, à frente também da Viña Cobos, responsável pelo Bramare, que prometia ser a ⭐️ da noite! E para surpresa geral... os vinhos não tinham absolutamente nada a ver, o que se refletiu na classificação. Com a mesma 🍇 e o mesmo enólogo, só a diferença de terroirs explica! E constatamos na prática que a Argentina é realmente a casa da Malbec! Vamos ao ranking: . 🥇BRAMARE - Malbec, Luján de Cuyo, 2014, Viña Cobos, Mendoza, Argentina🇦🇷 🍷Vivino: 4,4 (2.596) 💸R$330 - Grand Cru (Rio) 👉🏻Não é nem o primeiro rótulo da Cobos, mas já foi espetacular! Aromas intensos antes mesmo de girar o vinho na taça, delicioso final de boca remetendo a pimenta moída. Foi aerado por mais de 1h. Tão equilibrado que os 15,2% de álcool nem destoaram. A complexidade em forma de vinho! . 🥈RUTINI - Malbec, 2015, Rutini Wines, Mendoza, Argentina🇦🇷 🍷4,3 (1.523) 💸R$87 (convertidos) - Campana, Argentina 👉🏻Até a chegada do Bramare, reinou absoluto na noite! Bastante intenso no nariz (os aromas de coco loso entregaram a passagem por madeira americana). Excelente relação qualidade x preço! . 🥉COLOMÉ AUTÉNTICO - Malbec, 2017, Bodega Colomé, Salta, Argentina🇦🇷 🍷4,2 (15) 💸USD29 - free shop (Buenos Aires) 👉🏻Bem diferente dos de Mendoza. Orgânico, produzido com mínima intervenção, e sem passagem em madeira. Cor púrpura intensa muito bonita. Bom equilíbrio, nem parece ter 14,5% de álcool. . 🏅CROCUS L’ATELIER - Malbec, 2012, Paul Bertrand, Cahors, França🇫🇷 🍷3,8 (224) 💸R$203 - Mistral (Rio) 👉🏻Mineralidade no nariz e na boca. Na avaliação olfativa deu um nó, até manteiga de cacau apareceu. Nossa opinião? Ficamos com os hermanos!😉 . #anaintowine  #winelover  #winetasting  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winetherapy  #anaintowineclub  #mendoza  #cahors  #anaintowinemendoza  #anaintowineargentina  #anaintowinefrance  #cobos  #vinacobos  #rutini  #colome  #crocus 
A LISTA DO CABRAL💰🍷
.
Atendendo a pedidos, aí vai o overview da Lista do Cabral (ou “propina paga em vinho”🤬):
.
🇫🇷
👉🏻Bordeaux: 9 rótulos lendários e safras históricas: 1975, 1982, 1985, 1986, 1988, 1989, 1995, 1996, 2000, 2003, 2005, 2009, 2010. A déc. 2000-2010 é tida como melhor dos últimos 50 anos.
.
🍷AOC Pauillac
- Château Latour (1975, 2000) e Château Mouton Rothschild (1970): 1º Grand Cru Classés, a mais alta classificação (só cinco produtores têm o título). Ícones absolutos!
- Château Pichon Longueville Comtesse de Lalande (1995, 1996, 2000): 2º Grand Cru Classé.
- Château Lynch Bages (1995, 1996, 2000): 5º Grand Cru Classé.
.
🍷AOC Margaux
- Château Margaux (1982, 1983, 1986): 1º Grand Cru Classé. Tão lendário que dá nome à AOC!
.
🍷AOC Saint-Julien
- Château Talbot (1982): 4º Grand Cru Classé.
.
🍷AOC Pessac-Léognan
- Château La Mission Haut-Brion (1986): Cru Classé des Graves.
.
🍷AOC Saint-Émilion
- Château Cheval Blanc (1975 e 1998): 1º Grand Cru Classé de St-Émilion. Outra lenda!
.
🍷AOC Pomerol
- Château Petrus (1971): o mais top da região!
.
👉🏻Rhône: 2 nomes dos mais prestigiados:
.
🍷AOC Chateauneuf-du-Pape: Château de Beaucastel Rouge (1989).
.
🍷AOC Hermitage: La Chapelle (várias safras).
.
👉🏻Champagne: icônico Dom Pérignon (1978, 1980, 1993, 1995), melhor rótulo da Moët & Chandon! Só produzido em anos excepcionais, por isso é safrado.
.
👉🏻Borgonha: 2 rótulos de AOCs e produtores renomados:
.
🍷Meursault-Perrières, Bouchard Père et Fils (2006): Premier Cru, mais alta classificação.
🍷Montrachet, Louis Jadot (2004): Grand Cru.
.
🇮🇹
👉🏻DOCG Brunello di Montalcino: 4 rótulos de safras excepcionais (1985 e 1997) e top produtores da região: Banfi (1997), Riserva Biondi-Santi (1985), Il Poggione (1985) e CastelGiocondo Frescobaldi (1997).
.
👉🏻DOC Bolgheri Superiore: “o” mais famoso da DOC, Ornellaia (1988).
.
🇺🇸
👉🏻Napa Valley: o incensado Chateau Montelena Estate, Cabernet Sauvignon (1997), safra considerada das melhores (RP).
.
E então, está bom pra vocês?🤔
.
#anaintowine #winelover #winelovers #winetasting #degustacao #vinho #wine #vin #vino #instawine #winestsgram #winetime #amovinho #lovewine #vinoterapia #winetherapy
A LISTA DO CABRAL💰🍷 . Atendendo a pedidos, aí vai o overview da Lista do Cabral (ou “propina paga em vinho”🤬): . 🇫🇷 👉🏻Bordeaux: 9 rótulos lendários e safras históricas: 1975, 1982, 1985, 1986, 1988, 1989, 1995, 1996, 2000, 2003, 2005, 2009, 2010. A déc. 2000-2010 é tida como melhor dos últimos 50 anos. . 🍷AOC Pauillac - Château Latour (1975, 2000) e Château Mouton Rothschild (1970): 1º Grand Cru Classés, a mais alta classificação (só cinco produtores têm o título). Ícones absolutos! - Château Pichon Longueville Comtesse de Lalande (1995, 1996, 2000): 2º Grand Cru Classé. - Château Lynch Bages (1995, 1996, 2000): 5º Grand Cru Classé. . 🍷AOC Margaux - Château Margaux (1982, 1983, 1986): 1º Grand Cru Classé. Tão lendário que dá nome à AOC! . 🍷AOC Saint-Julien - Château Talbot (1982): 4º Grand Cru Classé. . 🍷AOC Pessac-Léognan - Château La Mission Haut-Brion (1986): Cru Classé des Graves. . 🍷AOC Saint-Émilion - Château Cheval Blanc (1975 e 1998): 1º Grand Cru Classé de St-Émilion. Outra lenda! . 🍷AOC Pomerol - Château Petrus (1971): o mais top da região! . 👉🏻Rhône: 2 nomes dos mais prestigiados: . 🍷AOC Chateauneuf-du-Pape: Château de Beaucastel Rouge (1989). . 🍷AOC Hermitage: La Chapelle (várias safras). . 👉🏻Champagne: icônico Dom Pérignon (1978, 1980, 1993, 1995), melhor rótulo da Moët & Chandon! Só produzido em anos excepcionais, por isso é safrado. . 👉🏻Borgonha: 2 rótulos de AOCs e produtores renomados: . 🍷Meursault-Perrières, Bouchard Père et Fils (2006): Premier Cru, mais alta classificação. 🍷Montrachet, Louis Jadot (2004): Grand Cru. . 🇮🇹 👉🏻DOCG Brunello di Montalcino: 4 rótulos de safras excepcionais (1985 e 1997) e top produtores da região: Banfi (1997), Riserva Biondi-Santi (1985), Il Poggione (1985) e CastelGiocondo Frescobaldi (1997). . 👉🏻DOC Bolgheri Superiore: “o” mais famoso da DOC, Ornellaia (1988). . 🇺🇸 👉🏻Napa Valley: o incensado Chateau Montelena Estate, Cabernet Sauvignon (1997), safra considerada das melhores (RP). . E então, está bom pra vocês?🤔 . #anaintowine  #winelover  #winelovers  #winetasting  #degustacao  #vinho  #wine  #vin  #vino  #instawine  #winestsgram  #winetime  #amovinho  #lovewine  #vinoterapia  #winetherapy