an online Instagram web viewer
Vamos falar sobre Bonito?
.
Rios de águas transparentes, cachoeiras, grutas e cavernas. Fauna e flora exuberantes, com centenas de espécies de aves, mamíferos e répteis ocupando uma vegetação que mistura o Cerrado com a Mata Atlântica. Essas são algumas das atraçõe de Bonito, na região sudoeste de Mato Grosso do Sul, a 300 quilômetros de Campo Grande.
Os interessados em contemplar as belezas da região podem, por exemplo, visitar as grutas e tomar banho em cachoeiras e rios de águas cristalinas.
Já os amantes da aventura podem percorrer trilhas no solo ou circuitos nas árvores (arvorismo), descer trechos dos rios fazendo flutuação ou em botes, boias (boia cross), pranchas (stand up paddle surf) ou caiaques infláveis (duck), ou ainda passear de quadriciclo, a cavalo (cavalgada) ou de bicicleta. Para os mais radicais também não faltam opções, como o rapel e os mergulhos em rios e lagoas.
Opções de passeios na cidade  não faltam.  Há passeios direcionados aos mais aventureiros e outros para famílias inclusive com idosos e crianças.
Os principais são :  Buraco das Araras, Rio de Prata, Passeio Bóia Cross, Arborismo, Passeio Rio Sucuri flutuação, Boca da onça, Gruta do lago azul, balneário municipal, entre outros. 
Quando ir: Dá para ir para Bonito o ano inteiro, mas a época de seca, entre junho e agosto, é a melhor para as flutuações.
Entre dezembro e janeiro, durante as férias escolares de verão, as cachoeiras ficam mais volumosas, mas a procura pelos passeios é enorme e as chuvas podem deixar as águas turvas.

Vamos falar sobre Bonito? . Rios de águas transparentes, cachoeiras, grutas e cavernas. Fauna e flora exuberantes, com centenas de espécies de aves, mamíferos e répteis ocupando uma vegetação que mistura o Cerrado com a Mata Atlântica. Essas são algumas das atraçõe de Bonito, na região sudoeste de Mato Grosso do Sul, a 300 quilômetros de Campo Grande. Os interessados em contemplar as belezas da região podem, por exemplo, visitar as grutas e tomar banho em cachoeiras e rios de águas cristalinas. Já os amantes da aventura podem percorrer trilhas no solo ou circuitos nas árvores (arvorismo), descer trechos dos rios fazendo flutuação ou em botes, boias (boia cross), pranchas (stand up paddle surf) ou caiaques infláveis (duck), ou ainda passear de quadriciclo, a cavalo (cavalgada) ou de bicicleta. Para os mais radicais também não faltam opções, como o rapel e os mergulhos em rios e lagoas. Opções de passeios na cidade não faltam. Há passeios direcionados aos mais aventureiros e outros para famílias inclusive com idosos e crianças. Os principais são : Buraco das Araras, Rio de Prata, Passeio Bóia Cross, Arborismo, Passeio Rio Sucuri flutuação, Boca da onça, Gruta do lago azul, balneário municipal, entre outros. Quando ir: Dá para ir para Bonito o ano inteiro, mas a época de seca, entre junho e agosto, é a melhor para as flutuações. Entre dezembro e janeiro, durante as férias escolares de verão, as cachoeiras ficam mais volumosas, mas a procura pelos passeios é enorme e as chuvas podem deixar as águas turvas.

0 Comments:

    22 Likes: